- Anúncio -

 

Hoje é comemorado o Dia do Folclore. Mas você sabe por que essa data é festejada no dia 22 de agosto?

A “Folhinha” de 19 de agosto de 1979 respondeu a essa pergunta.

Leia abaixo a íntegra do texto e veja imagens de criaturas pouco conhecidas da nossa cultura popular.

*

- Anúncio -

Folclore é o conjunto de tradições, conhecimentos, canções, costumes e crenças populares expressos em provérbios, contos, canções, costumes, lendas e tradições de um povo.

Desde 1965, um decreto de lei criou o Dia do Folclore, considerando “a importância crescente dos estudos e das pesquisas do folclore em seus aspectos antropológico, social e artístico.”

O Dia do Folclore é festejado a 22 de agosto porque foi nessa data, em 1846, que o inglês William John Thoms lançou a palavra “folclore”, composta por duas expressões: “folk” –do inglês, significando “povo”, e “lore”, significando “estudo” ou “aquilo que faz o folk”.

No Brasil, as influências dos povos formadores da nossa raça muito atuaram no desenvolvimento e manutenção das manifestações folclóricas do nosso povo. Assim, há a influência do índio, do branco e do negro.

Do índio, predominam os traços do grupo tupi-guarani, que, à época do descobrimento, dominava a maior parte de nossas costas marítimas. O folclore dos negros veio com os escravos africanos, com a predominância da influência das regiões da Guiné e Sudão. O folclore branco europeu veio com o português, senhor da terra por muito tempo.

Nas lendas, o Saci faz várias travessuras
Nas lendas, o Saci faz várias travessuras

Importador do negro e dominador do índio, o português estabeleceu forte mestiçagem, que repetia as influências das raças das quais provieram.

Os fatos folclóricos são geralmente classificados em seis grupos: 1) Folclore poético: cancioneiro, romanceiro, adivinhas; 2) Folclore narrativo: lendas, contos, casos; 3) Folclore mágico: magia, propriamente dita, religião; 4) Folclore social: música, danças, festas, trajes, família; 5) Folclore linguístico: expressões orais características; e 6) Folclore ergológico: cerâmica, alimentação, cestaria, ourivesaria, tecido etc.

Saiba por que hoje é comemorado o Dia do Folclore

Hoje é comemorado o Dia do Folclore. Mas você sabe por que essa data é festejada no dia 22 de agosto?

A “Folhinha” de 19 de agosto de 1979 respondeu a essa pergunta.

Leia abaixo a íntegra do texto e veja imagens de criaturas pouco conhecidas da nossa cultura popular.

*

Folclore é o conjunto de tradições, conhecimentos, canções, costumes e crenças populares expressos em provérbios, contos, canções, costumes, lendas e tradições de um povo.

Desde 1965, um decreto de lei criou o Dia do Folclore, considerando “a importância crescente dos estudos e das pesquisas do folclore em seus aspectos antropológico, social e artístico.”

O Dia do Folclore é festejado a 22 de agosto porque foi nessa data, em 1846, que o inglês William John Thoms lançou a palavra “folclore”, composta por duas expressões: “folk” –do inglês, significando “povo”, e “lore”, significando “estudo” ou “aquilo que faz o folk”.

No Brasil, as influências dos povos formadores da nossa raça muito atuaram no desenvolvimento e manutenção das manifestações folclóricas do nosso povo. Assim, há a influência do índio, do branco e do negro.

Do índio, predominam os traços do grupo tupi-guarani, que, à época do descobrimento, dominava a maior parte de nossas costas marítimas. O folclore dos negros veio com os escravos africanos, com a predominância da influência das regiões da Guiné e Sudão. O folclore branco europeu veio com o português, senhor da terra por muito tempo.

Nas lendas, o Saci faz várias travessuras
Nas lendas, o Saci faz várias travessuras

Importador do negro e dominador do índio, o português estabeleceu forte mestiçagem, que repetia as influências das raças das quais provieram.

Os fatos folclóricos são geralmente classificados em seis grupos: 1) Folclore poético: cancioneiro, romanceiro, adivinhas; 2) Folclore narrativo: lendas, contos, casos; 3) Folclore mágico: magia, propriamente dita, religião; 4) Folclore social: música, danças, festas, trajes, família; 5) Folclore linguístico: expressões orais características; e 6) Folclore ergológico: cerâmica, alimentação, cestaria, ourivesaria, tecido etc.

- Anúncio -