resenha do filme The Company Men (A Grande Virada)

0
76

Sinopse : O filme gira entorno de Bobby e de dois colegas de trabalho.  Bobby tem uma família, um bom emprego e um excelente carro na garagem, tudo que qualquer pessoa deseja. Mas a empresa que ele trabalha não vai muito bem, e resolver dispensar uma parte dos funcionários, e ele foi um desses funcionários que perderia o emprego. Bobby, Phill e Gene, os três são demitidos. E isso faz com que a vida de Bobby sofra grandes mudanças, ele vai ter que procurar outro emprego, já não é tão jovem, seu padrão de vida vai ter que mudar, mas o mais complicado é ele aceitar todas essas mudanças.

Análise :

O filme então mostra uma empresa ( GTX) que está em crise, e Bobby é um gerente de vendas muito bem sucedido dessa empresa. Mas por causa do corte de custos que ela vai ter que fazer, houve um corte de funcionários, e Bobby é um dos funcionários que acaba perdendo seu emprego. O enredo do filme mostra que no mundo empresarial, os donos das empresas não pensam nos funcionários, que eles são egoístas. O mercado de trabalho sempre será assim, em busca de lucros e poucos gastos.

A sorte de Bobby, era ter uma família compreensiva, pois diante todas as crises que estamos passando, nunca sabemos quando teremos um emprego. Então com o desemprego de Bobby ele já não poderia mais manter o mesmo padrão de vida de sua família, eles o apoiaram e entenderam a situação. Com o desenrolar do filme ele percebe de uma maneira muito dura que realmente não poderá manter o padrão de vida que estava acostumado, e depois de muitas dificuldades ele percebe que tem que recomeçar. Então a cena que ele começar a trabalhar com seu cunhado como carpinteiro é bem marcante, pois ele não gostava nem um pouco do serviço e do salário que teria, mas com o passar do tempo ele vai aprendo a gostar do trabalho e vendo que nem sempre o salário é mais importante. Ele achava o trabalho como carpinteiro pesado e muito bruto, mas aprendeu a gostar do que fazia, a questão é, ele não era nada bom como carpinteiro. Então Gene um dos seus amigos que que foi demitido da mesma empresa que ele, faz uma proposta de abrir uma consultoria juntos, e que Bobby seria um gerente dessa consultoria, claro que não ganharia o mesmo salário que antes, seria mais ou menos a metade, mas nesse momento Bobby não quer deixar de ser carpinteiro, pois ele aprendeu a gostar da profissão, mas na cena que ele conta para seu cunhado que ele foi chamado para ser gerente, mas que não aceitaria porque estava gostando de trabalhar como carpinteiro, seu cunhado lhe diz para aceitar sim, pois ele não é um bom carpinteiro. Então ele resolve aceitar o emprego, e recomeça sua vida, como novos aprendizados depois de todos os sofrimentos que passou desempregado, com uma nova perspectiva como pessoa.

Mas temos também o outro amigo de Bobby que também foi demitido o Phill, ele não teve nenhum apoio de sua família, que era acostumada com uma vida boa, e totalmente desestimulado ele acaba comente suicídio no filme.

Então com a história desse filme podemos perceber claro que de uma maneira mais romantizada, a dura realidade dos trabalhadores de hoje, que nunca sabem do dia de amanhã, e que precisam estar preparados. O mercado de trabalho é instável, e também muito concorrido. Não é fácil de recomeçar, ainda mais sem o apoio da família e dos amigos. Com isso pode-se trazer para a sala de aula um aprendizado que todos são suscetíveis a perder um emprego, que nada no capitalismo é garantido, é tudo incerto, e tem-se que estar preparado para essa vida do lado fora da escolar e ter humildade suficiente para sempre recomeçar.