Quantas vezes você já ouviu que “mulheres não são tão boas amigas quanto os homens, pois são mais falsas”? Ou viu a ex do seu/da sua atual como uma “rival”?

À primeira vista, a palavra “sororidade” parece diferente e pouco usada no nosso cotidiano – e, de fato, é, certo? Porém, nos últimos anos, movimentos feministas começaram a trazer esse termo nos meios virtuais e na prática, por o termo representar algo lindo e extremamente necessário nas nossas relações com outras mulheres.

O que é sororidade?

A sororidade deriva do latim soror, que significa irmã. Em resumo, sororidade é a irmandade entre as mulheres.

Quando falamos em “irmandade”, estamos falando em rede de apoio, e de reconhecermos que, como sujeitos sociais, às vezes temos mais semelhanças que diferenças (pessoais). Afinal, crescemos com cobranças e estereótipos que pesam a todas nós, e causam sofrimentos muitas vezes parecidos, né?

Faz muito mais sentido nos vermos como aliadas, e não como inimigas.

Através da sororidade, podemos repensar a nossa visão e relação com outras mulheres. E aqui, não se refere apenas às suas amigas, familiares e outras mulheres apenas do seu círculo, e sim de ver TODAS as mulheres como dignas de respeito e de apoio quando preciso.

Mas, na prática, como ser mais sororária? Preciso apoiar tudo que outras mulheres fazem, mesmo que eu não concorde? Tenho que gostar de todas as mulheres apenas por serem mulheres?

Os 10 Mandamentos da Sororidade

Ilustração: Renata Moroni (Herself)

2. 2) Esqueça a “competição”: evite comparar a aparência de mulheres

Um do pilares do machismo é a venda da ideia de que nós somos “rivais”. E rivais para… conseguir a atenção masculina a todo custo.

SÓ QUE NÃO, NÉ? Convenhamos, somos mais do que isso. Bem mais!

Quando comparamos a aparência física de duas ou mais mulheres, além de estarmos sustentando essa ideia de que somos rivais, estamos indiretamente colocando a beleza como a maior e melhor qualidade que uma mulher pode ter, como se esse fosse o grande objetivo feminino e o que devemos buscar a todo custo.

Isso é diminuir nossas potencialidades e anular nossas particularidades – inclusive na própria aparência, já que não existe um só tipo de beleza.

- Anúncio -