- Anúncio -

 

No dia 20 de novembro, é celebrado o Dia da Consciência Negra. A temática relembra a introdução dos negros na sociedade brasileira e o fim da escravidão no Brasil.

Mas o que representa exatamente esta comemoração e como ela surgiu? Para esclarecer essas dúvidas, a Revista Quero preparou um resumo. Confira aí. 🙂

https://d3q93wnyp4lkf8.cloudfront.net/revista/post_images/12281/07319f348688678902160a761019399b49f68da0.png?1542727078

Como surgiu a data?

- Anúncio -

O Dia da Consciência Negra foi determinado durante o governo Lula (2003-2010), a partir da Lei nº 10.639, que também instaurou a inclusão do tema “História e Cultura Afro-Brasileira” no conteúdo escolar brasileiro.

No governo de Dilma Rousseff, por meio da Lei nº 12.519, a data foi oficializada. O documento, então, estabeleceu o “Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra”.

O que a data representa?

A data de 20 de novembro faz referência ao dia da morte de Zumbi dos Palmares, o mais importante líder de um dos mais conhecidos quilombos da história da escravidão no Brasil, o Quilombo dos Palmares.

 

Quem foi Zumbi dos Palmares?

Zumbi nasceu em 1665, no quilombo de Palmares, e viveu parte de sua vida lá. Enquanto esteve no quilombo, lutou intensamente pelo território de resistência e adotou o nome de Zumbi, que significa “guerreiro”.

Filho de africanos escravizados, foi assassinado pelo capitão Furtado de Mendonça, a mando de Domingos Jorge Velho, e sua cabeça ficou exposta em praça pública, no Recife.

- Anúncio -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.