- Anúncio -

 

A campanha conscientiza para o diagnóstico precoce dos casos na infância e adolescência, fazendo com que até 70% dos pacientes sejam curados e tenham vida saudável após o tratamento

 

O dia 15 de fevereiro é lembrado como o Dia Internacional de Luta Contra o Câncer na Infância, com o intuito de promover a conscientização para o diagnóstico precoce dos casos de câncer infantojuvenil.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, o INCA, a moléstia já é a primeira causa de morte entre crianças e jovens de 1 a 19 anos de idade.

- Anúncio -

A leucemia é a principal delas, afetando os glóbulos brancos de crianças e adolescentes. Outros dois tipos de tumores que também têm taxas de incidência significativas são os linfomas, que atacam o sistema linfático, e os cânceres que atacam o sistema nervoso central.

Ainda de acordo com o INCA, a previsão é de que 12.600 novos casos surgirão no Brasil apenas em 2016 e em 2017. Contudo, com a evolução significativa do tratamento, cerca de 70% dos pacientes conseguem a cura se a doença for diagnosticada precocemente. Para isto é necessário que o tratamento seja realizado em centros especializados, assegurando também que o paciente tenha qualidade de vida após este período.

A médica pediatra Dra. Karina Colado Dib explica que é importante ficar atento aos sinais que o corpo da criança e do adolescente apresenta para um diagnóstico precoce e preciso. “Perda de apetite e peso, de forma inexplicável e contínua; caroços que não cessam, sejam no pescoço, axilas, virilhas ou abdômen; palidez e cansaço constante, que podem ser sintomas já de uma anemia; dor nos ossos e nas articulações mesmo sem ter praticado qualquer movimento; coloração ou manchas roxas na pele, como se fosse um hematoma; entre outros. Enfim, todas as vezes que se notar alguma alteração com a criança é necessário procurar imediatamente um pediatra para uma investigação”, explicou.

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

BAIXE O TRABALHO AQUI [132.37 KB]

- Anúncio -