MANUAL DO ENCONTRO COM DEUS

0
15

 

2 O PRÉ ENCONTRO A ESCADA DO SUCESSO NA VISÃO DO M.D.A. Enviar Ganhar 1. Projeto Natanael 3 2. Grupo de Evangelismo 3. Fator Barnabé 4. Oração de Entrega (4 leis espirituais) 5. Decisão pública na Igreja Consolidar 1. Contato 24 hs 2. Visita 3. Discipulado 4. Célula 5. Culto de Celebração? 6. Lição 5 do A.I.? 7. Pré, Encontro e Pós-e ncontro? 8. Vida de Deus exemplar 9. Pré-Batismo 10. Testemunho 11. Batismo nas águas 12. Batismo no Espírito Santo Edificar 13. Está matriculado no CTL? 14. Vida cristã exemplar. 15. Fala em línguas e cultiva comunhão com o Espiríto Santo? 16. É fiel nos dízimos e nas ofertas? 17. Tem compromisso de ganhar a família para Jesus, o casamento é legalizado? Treinar 18. Continua fiel no CTL? 19. Frequenta fielmente o TADEL? 20. Tem M.D.A.2? 21. Já fez TLC? 22. Já passou pelo preparo prático da Célula? 23. Já fez a apostila “Passo 23” no Trilho de Liderança? 24. Seu Líder de Célula, Discipulador, Supervisor de Setor e de Área aprovam que você está pronto para se tornar um Líder de Célula? I. Começo do Enviar até MDA S3 a. Receber MDA profundo b. Participar ativamente de um GD c. Completar o CTL d. Continuar sempre fiel no TADEL e. Gerar líderes e ficar multiplicando a célula e supervisionando as células multiplicadas até chegar a ter seu próprio MDA S3. II. Do MDA S3 até ser enviado como pastor titular para uma nova cidade. Venham, voltemos para o Senhor. Ele nos despedaçou, mas nos trará cura; ele nos feriu, mas sarará nossas feridas. Depois de dois dias ele nos dará vida novamente; ao terceiro dia nos restaurará para que vivamos em sua presença. (Oséias 6.1-2) SANTARÉM – PARÁ Revisado Pelo: Pastor João Martins Chaves Ano da Revisão:

3 ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O INSTRUTOR O que é o Pré-Encontro É um tempo de ministração especifica e direcionada para que o novo convertido entenda os processos espirituais nos quais está envolvido agora que aceitou a Jesus. É um tempo de aprender a ouvir a voz de Deus através da Palavra ensinada, promovendo crescimento espiritual (Fp 2:12). É caminhar na ESCADA DO SUCESSO. Nestas reuniões o novo convertido terá oportunidade de se auto-avaliar, de pensar sobre sua conversão. Princípios do Pré-Encontro Todos devem seguir rigidamente os horários estabelecidos, tanto o do início como o do término (tanto para a liderança como para os pré-encontristas). Os pré-encontristas só poderão ir ao Encontro se tiverem participado de, no mínimo, três reuniões do Pré-Encontro e tendo o pastor de distrito tomado a responsabilidade de passar, ao pré-encontrista, a palestra que lhe faltou. Isto deve ser seguido rigidamente, só existindo exceção em casos extremos (doenças, trabalho, etc.). Caso contrário, o pré-encontrista deverá ser convidado a participar do próximo Pré- Encontro. Estrutura Funcional do Pré-Encontro 1. Quatro reuniões previamente marcadas: Uma vez por semana Ou num dia de forma intensiva – Exatamente uma hora de reunião 2. O Local das reuniões deve ser proporcional ao número de encontristas, com ambiente adequado ao bom desempenho do processo ensino-aprendizagem. As ministrações são especificas e direcionadas de acordo com o programa proposto. No último dia do Pré-Encontro, após a última palestra, o ministrador deverá tratar dos seguintes pontos: Confirmar o dia, local e horário de saída para o Encontro. Deve mencionar também o destino. Estabelecer o dia, local e horário de retorno. Informar o que se deve levar para o Encontro (material de higiene pessoal, roupas, prato, talheres, copo, duas ou mais canetas, caderno para anotações, Bíblia). Informar quem poderá ir ao Encontro: apenas os que fizeram o Pré-Encontro satisfatoriamente. De preferência não levar crianças pequenas, de colo ou amamentando. Se levar terá que providenciar uma pessoa que já fez o encontro(pagar inscrição) para cuidar dela. Termos usados no Encontro: Encontrista O crente novo convertido que está inscrito no Encontro e que participou das reuniões dos pré-encontros. Encontreiro Obreiro que trabalha para que todo o Encontro seja um sucesso. Ministrador O que trará o ensino do dia, em reunião especifica. Discipulador Aquele que tem discípulos e que tem um discipulador. Discípulo Aquele que tem o coração ensinável, e que está debaixo da cobertura de um discipulador. 06

4 1ª. Palestra do Pré Encontro O PECADO E SUAS CONSEQÜÊNCIAS ORIENTAÇÕES PARA O MINISTRADOR Dar uma palavra de boas vindas. Dar palavras de ânimo e de vitória. Motivá-los a irem ao Encontro. Enfatizar que Deus nos transportou das trevas para o Reino do Filho do seu amor, portanto somos templos do Espírito Santo. Levar os pré-encontristas a confessarem que são pecadores (há 240 textos que dizem que somos pecadores). Explanar sinteticamente o que é a Igreja do Senhor Jesus. INTRODUÇÃO Ao criar o universo, Deus o fez debaixo de princípios espirituais eternos e regidos. Estes princípios são invioláveis, pois Ele é justo e bondoso. Deus colocou limites entre o céu e a terra, estrelas e estrelas, sol e lua, planetas e planetas, continentes e países, departamentos e estados. Existe uma fronteira entre o homem e Deus: o nosso pecado fez separação entre Deus e o homem (Is 59:2). Essa fronteira só é removida pela obra da cruz (Gl 3:13). Ao criar o homem Deus buscou nesse um amigo, um filho, um herdeiro de tudo aquilo que Ele mesmo possui, mas este homem deveria ter poder de decisão para interagir com o Senhor do Universo em toda a dimensão. Este homem pecou e distanciou-se de Deus, a partir daí uma série de situações novas passaram a ocorrer, afetando diretamente os rumos da humanidade. Passo a passo entenderemos os propósitos eternos de Deus e o seu desejo de que este homem tenha um ENCONTRO PESSOAL com Ele (I Tm 2:4). 2. PRINCÍPIOS ESPIRITUAIS 2.1. Há leis espirituais Existem princípios que governam o mundo físico, e que nos conduzem ao conhecimento de Deus. Assim como existem leis físicas que governam o universo, existem leis espirituais que governam seu relacionamento com Deus. 07

5 No plano espiritual o homem pecou. Todo pecador precisa se arrepender (At 3.19). Este é o propósito de Deus (Rm 3.23). Não há exceções, todos pecaram e o salário do pecado é a morte (Rm 6.23). Observação para o instrutor: Peça aos pré-encontristas para repetirem esta frase: Todo homem é pecador e precisa de arrependimento. Eu sou pecador e preciso de arrependimento Existe recompensa para o pecado Tudo no mundo natural tem origem no mundo espiritual. Como entrou o pecado no mundo? Através da quebra dos princípios divinos, da renúncia ao governo de Deus. Isto abriu a brecha para que o pecado reinasse e desse fruto. Agora estamos distante da glória de Deus (Rm 3.23). Este pecado se chama rebelião, insubmissão Existem legalidades para a entrada do pecado O pecado entrou por um homem: Adão. Ele deveria dar cobertura para Eva, mas foi negligente. Quando se fala em Adão deve-se generalizar para homens e mulheres. (Gn 2:24) Pela rebelião foi estabelecido o pecado (Rm 5.14). Com o pecado o homem ficou sem comunhão com Deus (Is 59.2). Todo homem é pecador e está condenado (Rm 6.23). Deus quer homens santos (I Pe ). 3. EXISTE LEGALIDADE PARA SE MORTIFICAR O PECADO Jesus Cristo (o último Adão) é quem resgata (I Co 15.22; 15.45). O último Adão me conscientiza de que sou criado à imagem e semelhança de Deus. O último Adão derrota a morte e nos dá a vida eterna (I Jo ). O último Adão tem um plano para minha vida e eu preciso conhecer este plano (I Pe 2.9b). O último Adão foi feito Espírito vivificante. 08

6 3.1. Qual o plano de Deus para as nossas vidas? Por que Jesus Cristo morreu e ressuscitou? O plano é trazer para nós a Sua vida, trazer restauração. Ele é o primogênito entre os irmãos. Jesus ressuscitou para restaurar a minha vida. Todo aquele que conhece o plano do último Adão não vive no pecado; o pecado não tem domínio sobre si (Rm 6.145). Jesus Cristo é o Senhor da minha vida e Ele é real para mim. 4. Conclusão Temos a herança do pecado e, sem Jesus, estamos destituídos da gloria de Deus. Somos pecadores. Se negarmos isto, vamos atrair maldição (espírito de engano) e dizer que Deus mentiu (I Jo 1:10). Só Jesus nos liberta do pecado. Devo reconhecer que sou pecador (Rm 3:23) e, como tal, confessar os pecados. Se a semente de Deus está em mim, já não posso viver na prática do pecado, pois amo a Deus (I Jo 3:9). Pela redenção do ultimo Adão somos perdoados. Se pecarmos nós temos um advogado (I Jô 2:1). Leve os Pré-encontristas a confessar I Jo 1:5-9. ORIENTAÇÕES PARA O MINISTRADOR – Após o questionário, sempre que possível, deve-se orar com todos, ministrando sobre as dificuldades da pessoa e de seus futuros discípulos. Devem-se renunciar os pecados e quebrar as fortalezas das trevas. Conduzir cada pessoa a reconhecer que é pecador e a confessar os pecados que ainda estão por ser confessados. – Promover quebrantamento com libertação das amarras do pecado, através da oração. – Ministrar tocando nas vidas. – Lembre-os de que tudo o que receberem, irá dar. 09

7 2ª. Palestra do Pré Encontro: O PRIMEIRO ADÃO E O ÚLTIMO ADÃO MORTE E RESSURREIÇÃO 1. INFLUÊNCIA DO PRIMEIRO E DO ÚLTIMO ADÃO SOBRE MIM Primeiro Adão Rm 5:12 Todos fomos feitos pecadores por causa de Adão. Rm 5:14 Por causa da transgressão de um homem, todos conhecemos a morte Último Adão (Ler I Coríntios 15:45 e Romanos 5:18 b) O que parecia injustiça (um único ato de Adão nos trazer a morte) reveste-se na maior misericórdia. Com apenas um ato de um só homem, Jesus, dar opção de vida eterna a todos. Agora colocamos Jesus, último Adão, não como nosso Pai, mas como nosso Marido, significando uma categoria de parentesco que a todos Deus dá o direito de escolher (Nm 36:6) – (A Bíblia diz que a igreja é a noiva de Jesus). Então, a expressão de Paulo:… todos serão vivificados em Jesus não se refere a 100% da humanidade, mas a 100% daqueles que escolheram o marido, isto é, todos que o receberam como Senhor e Salvador. O primeiro Adão influência toda a humanidade, de forma inexorável, rígida, transformando todos em pecadores. O último Adão, Jesus, influência a todos que de forma original, O aceitem, O queiram, sendo transformados em justos. 2. Redenção O que Jesus fez por mim diante do Diabo Exemplo: Redenção é o ato de uma pessoa rica ir a uma feira de escravos e pagar a carta de alforria de algum escravo, dando-lhes a sua liberdade. Colossenses nos informa que o escrito de dívida que era contra nós Jesus já cancelou, rasgou, porque nos comprou por preço (I Co 6.20), e preço alto (preço do seu sangue) (I PE 1:18-19). Com esta redenção ou resgate, Jesus cancelou todo o argumento do diabo contra nós (Rm 8.1). Ao cancelar nossas dívidas, Jesus, o último Adão, nos liberta do império das trevas. 10

8 3. O QUE JESUS FEZ POR MIM DIANTE DE DEUS… Os pecadores não prevalecerão na congregação dos justos (Sl 1:5 b). Uma é a congregação dos pecadores; outra é a congregação dos justos…. não se promulga lei para justos, mas para… pecadores (I Tm 1:9). Diante da lei, um é o cidadão justo, outro é o cidadão pecador. Romanos 5:8 nos informa que a grandeza da prova do amor de Deus por nós está no fato de Jesus ter morrido por nós quando ainda éramos pecadores. 4. SANTIFICAÇÃO O QUE JESUS ESPERA DE MIM ( I PE 1:14-16; Hb 12:14; Ap 22:11) Quem é santo ainda peca? Peca. Mas o pecado na nossa vida deve ser acidente, e não hábito, uma vez que a natureza pecaminosa já foi arrancada de nós e fomos regenerados pela semente incorruptível que é a Palavra de Deus (I PE 1:23). Romanos 12: ACUSAÇÃO O QUE O DIABO – SEMPRE FARÁ Em Apocalipse 12:10-11, Satanás nos acusa diariamente. A vitória contra a acusação, que ele faz ao nos lembrar fatos reais de pecado, a vitoria contra a Acusação esta em: O Sangue de Jesus 1 Jo 1:7-9 elemento purificador. A Palavra de Deus Rm 8:1 o estar em Cristo me isenta me exime da culpa. Em Miquéias 7:19 lemos a promessa de que Deus lançará todos os nossos pecados no fundo do mar. E a memorável Corie Then Bonn completa: e lá Deus colocou uma placa dizendo: É PROIBIDO PESCAR. Falar Juntos: Satanás já não tem nem argumento contra mim. Santificação é o que Jesus espera de mim. ORIENTAÇÕES PARA O MINISTRADOR Incentivar os pré-encontristas a irem ao Encontro; todos precisam ir. É importante cumprir todas as fases do Pré-Encontro, para que haja um Encontro de qualidade. Incentivar que os préencontristas se inscrevam para o Encontro. Que eles não deixem para a última hora. 11

9 3ª. Palestra do Pré Encontro SOMOS SANTOS E FILHOS DE DEUS Ministrar coragem e mente aberta para receber a Palavra. 1. CHAMADOS COMO FILHOS PARA CUMPRIRMOS O PROPÓSITO Deus é nosso Pai, e nós, seus filhos. João 1:12 Cada um tem seu espaço no Reino para desenvolver o carisma natural caris (citar o ministério quíntuplo: apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres Efésios 4:11). Cada um vai cumprir o propósito para o qual foi chamado. O Pai nos chamou para ganhar vidas este é o propósito central do coração de Deus para nossas vidas. O coração de Deus está cheio de amor por almas perdidas (Lucas 19:10) Nos diferentes segmentos da vida vou cumprir o meu propósito: Meu Pai quer que eu lhe dê mais filhos, que multiplique a família. Essa multiplicação é feita em amor Sou uma nova pessoa: Não existe esterilidade no Reino de Des. A grande chamada é: Crescer Frutificar Governar. João Você é uma nova pessoa e precisa conhecer mais do amor de Deus. Cresça, frutifique, governe. 2. CHAMADOS COMO FILHOS PARA ESTARMOS NO SEU PLANO Nós não somos frutos do pecado. Somos resultado do plano de Deus e pelo seu sangue somos santos. Ele nos amou nos alcançou e nos santificou. Mas, como eu sou santo, se eu peco? Sou santo por causa do amor de Deus. Estou debaixo do seu amor, vou segui-lo com alegria. Lutarei para viver em plena santidade. (I PE 1:15-16). Como Deus demonstra seu amor por mim? Através da sua graça. A graça de dar (Jo 3:16). O que Deus nos deu? O seu filho Jesus Cristo. Viverei em pleno amor (Ágape). 12

10 3. CHAMADOS COMO FILHOS PARA A VIDA EM CRISTO Deus nos deu seu único Filho. Deu o melhor para termos o melhor. Deus nos ama e quer muitos filhos em sua casa Para que Ele nos deu seu Filho? Para demonstrar o seu amor para conosco. Pelo amor de Deus somos resgatados Para que Ele nos deu Seu amor e perdão? (Ler João 3:16-21). Para vivermos eternamente com Ele. Enfatize: Você tem certeza que Deus lhe perdoou? Então não se sinta mais acusado! (I Jo 1:9). Ilustração: Um dia um jovem se rebelou contra seu pai, machucando toda sua família. Tornou-s uma pessoa indesejável na família. Por conta disto decidiu ir embora, dizendo que não precisava de nada, que não precisava do amor de ninguém. Depois de algum tempo ele começou a sentir saudades de casa, mas ficou com medo de voltar, pois tinha quebrado princípios. Resolveu escrever uma carta pedindo perdão e permissão para voltar, mas, para saber se o receberiam, pediu o seguinte sinal: Na casa de seu pai havia uma arvores que podia ser vista pelas pessoas que passavam de trem. Se o pai amarrasse uma bandeira branca na arvore significaria que ele estaria perdoado. Caso contrário, tudo estaria encerrado. No trem ele compartilhou sua ansiedade com um rapaz. O trem se aproximava. Como não tinha coragem de olhar, pediu ao seu companheiro de viagem que procurasse a bandeira branca. A casa também estava branca e seu pai estava gritando para os passageiros do trem: Eu te perdôo, porque te amo!. (Autor desconhecido) 3.3. Para que serve o amor de Deus na minha vida? a) Para conhecer a grandeza de Deus. Seu amor é muito extenso. b) Para que eu ministre este amor a muitas vidas. (ganhar almas). c) Para que eu seja santo como Ele o é. Tudo começa com a certeza da vida eterna. d) Para que eu tenha vida plena. Como é a vida que Deus tem para nós? Vida plena e abundante. Jo 10:10; Naum 1:7 13

11 CHAMADOS AO ARREPENDIMENTO Através do seu amor, Deus quer que todo homem chegue ao arrependimento: Arrepender-se é sentir profunda tristeza pelo pecado cometido e decidir mudar completamente, não voltando mais a cometer o mesmo erro. Assim fazemos, porque amamos a Deus mais do que amamos o pecado. Quando entendo sobre este amor, sou constrangido! O que é um constrangimento? É um choque ah, Deus me ama! o amor de Cristo nos constrange (II Co 5:14). Entendemos que não temos mais nenhum contrato com o mundo. O amor de Deus é declarado e provocado, Ele nos ama e quer nos dar o melhor para as nossas vidas. Os princípios de Deus são o melhor para nós. Segui-los é a melhor receita para ser feliz. ORIENTAÇÕES PARA O MINISTRADOR Orar com base nos pontos principais mencionados na palestra. Levar o pré-encontrista a um quebrantamento, reconhecendo o profundo amor de Deus por todos. Ratificar a importância de que todos devem ir ao Encontro. Satanás tentará tirar o seu foco do seu Encontro com Deus. Ele não quer que você vá ao Encontro, por isso fará de tudo para impedi-lo de chegar lá. 14

12 4ª. Palestra do Pré Encontro QUEM SOMOS EM CRISTO JESUS E, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus. Cumprimentar os pré-encontristas, orar por eles liberando o amor de Cristo. Comentário: Nós somos a carta de Cristo. Uma carta magna, de profundos ensinos (II Co 3:2). 1. NOSSA REALIDADE EM CRISTO 1.1. Recebemos Jesus Cristo Quem eu recebi?jesus CRISTO Para quê eu recebi? Para tornar-me filho de Deus. Ele me escolheu e eu sou d Ele; Fui escolhido para dar frutos. Vós não me escolhestes a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos designei, para que vades, e deis fruto, e o vosso fruto permaneça.(jo 15:16) Reforçar João 1:12 (até que eles memorizem). O Senhor quer que saibamos que somos seus filhos e herdeiros. Este direito foi conquistado por Jesus na cruz. Só Jesus pode converter alguém. Fui feito filho de Deus (preciso particularizar minha experiência pessoal com ele) Recebemos a vitória Não nascemos para sermos mais um e sim para triunfarmos. Somos mais que vencedores. Eu sou um mais que vencedor. Este é o ministério de Cristo: Fazer-nos triunfar. Estamos assentados com Cristo, em posição de reinar, triunfar, vencer (Efésios 2:6). Estou em Cristo e Ele está no centro da minha vida, portanto, posso reinar com Ele em glória. Cristo em nós é a esperança da glória (CI 1:27). 15

13 1.3. Recebemos o Reino de Deus pela fé – Muitas vezes não sentimos tudo o que Deus nos dá, mas cremos sem ver. Fomos recebidos e isto é um fato (citar Efésio 2:8-10). – Fomos chamados, recebemos o convite no coração. (Mateus 11:28-29; Apocalipse 3:20). Obs: (Mencionar a importância de ir ao Encontro e a necessidade de pagarmos a inscrição, para valorizar o Encontro). 2. NOSSA REALIDADE NO PROCESSO DE MUDANÇA Declare: A minha vida está debaixo de boa direção. O meu eu não está mais no centro. Jesus é o centro da minha vida. EU Ilustração 1 Essa figura acima ilustra uma vida na qual Jesus está fora. Há completa desarmonia. Não há direção. Jesus não está no centro dos projetos dessa pessoa. Jesus está completamente fora. Não há direção. Jesus não estando no centro dos nossos projetos: Qual será o resultado? Discórdia, Frustração, Sentimento de perda, Confusão, Ódio. A minha vida precisa voltar ao controle de Cristo. Se Ele estiver no centro eu estarei bem. 16

14 Ilustração 2: EU Esse outro círculo retrata que Jesus está no centro da vida. Isso faz com que todas as coisas estejam organizadas. O eu está fora. A cruz de Cristo está no trono do meu coração, está no comando. Jesus está por cima, direcionando. Em tudo terei harmonia e minha vida será um sucesso. Citar o fruto do Espírito (Gálatas 5:22-23). Enumerar pontos de vitória: amor, prosperidade, benção, alegria, bondade, domínio próprio, vida abundante, etc. Se Jesus está no centro, O EU está fora, tudo terá sucesso, tudo terá prosperidade, Amor, benção, alegria, Bondade, domínio próprio etc. Se deixarmos Jesus Cristo no centro, vamos parecer esquisitos para outras pessoas. Nosso livre arbítrio só tem sucesso se Jesus estiver no centro. Para meditar: Jesus Cristo está sempre no centro da sua vida? Qual dos dois quadros tem retratado sua vida? Como você está vivendo? ORIENTAÇÕES PARA O MINISTRADOR: Orar pelos discípulos, por libertação do ego. Pedir que o Senhor fale aos corações. A oração deve ser feita de acordo com o que foi ensinado e deve haver quebrantamento (citar João 5:8-13 e Hebreus 13:5). Lembre-se que tudo é muito simples, mas tem muito fundamento espiritual, e trará um resultado poderoso. Estimule-os para irem ao Encontro. Verifique a pagina inicial e anuncie os últimos informativos para a ida ao Encontro. 17

15 II PARTE O ENCONTRO TREMENDO FACE A FACE COM DEUS 18

16 Sugestões Gerais Para a Realização de um Encontro Bem Sucedido I ÁREA ORGANIZACIONAL 1. O Encontro tem a duração de três dias. Para atender a nossa realidade de compromissos seculares, o Encontro deve ser realizado durante os fins de semana, começando na sexta-feira à noite e terminando no domingo, no final da tarde (ver cronograma do Encontro em anexo). 2. Deve haver encontros específicos para: Homens, Mulheres, Adolescentes e Crianças. Cada encontro deve ter sua equipe homogênea. O que é uma equipe homogênea? É aquela formada por pessoas do mesmo sexo ou faixa etária. A homogeneidade funciona para homens, mulheres, adolescentes e crianças. Obs.: Aconselhamos às mães não levarem crianças. Nada pode distrair o encontrista. Se levar terá que providenciar alguém que já fez o encontro para cuidar da mesma. 3. Certifique-se que o encontrista realmente passou por um processo de conversão e se quer ser abençoado indo ao Encontro. 4. As fichas de inscrição devem ser verificadas no momento da partida, para que não haja falhas na administração e para que sigam pessoas não inscritas. 5. Ninguém pode ser recebido no Encontro após a ministração da primeira noite. É expressamente proibido. Caso a pessoa não possa ir desde a primeira noite, deverá aguardar em oração a oportunidade que Deus dará para que possa fazer todo o Encontro. 6. É expressamente proibida a ida de pessoas que não tenham passado pelo Pré- Encontro. 7. Deverá ser vedada a presença de terceiros no local do Encontro, para que tudo possa ter um bom andamento. 8. O número ideal de encontristas é de 100 (cem) pessoas. Mais do que isso gera problemas administrativos para os organizadores. Porém sempre há as exceções. 9. Designe pessoas específicas, que já passaram pelo Encontro, para desenvolverem tarefas diversas, sob a direção da liderança. 10. Providencia ônibus alugados para levar as pessoas ao local. Todos devem sair de um mesmo ponto de partida para que não haja desencontros. 11. Tenha um cuidado todo especial com a equipe de cozinha. Selecione pessoas aptas e que entendam do assunto. Para cozinhar para 100 encontristas e 10 obreiros (encontreiros), é necessário pelo menos 6 pessoas na cozinha. Obs: No encontro de mulheres deve haver pelo menos 2 homens para ajudarem na conzinha (carregar peso, segurança do local, etc.). Mais informações, veja os anexos. 12. Uma máquina fotográfica deve ser providenciada para que uma foto seja tirada com todos os encontristas. Essa foto pode ser dada no Domingo, na hora do batismo de amor. (Tirar a foto no sábado pela manhã e revelá-la no mesmo dia). 14. Providencia placas para sinalização de todo o ambiente do Encontro, tais como: CARTAZES, PLACAS – Obs.: algumas placas serão preparadas para serem erguidas por trás dos encontristas no auditório, para indicarem ao ministrador o tempo que ele ainda tem para ministrar. II ÁREA ESPIRITUAL 1. Selecione os ministradores e repasse a ministração especifica para cada ministrador escolhido. Pelo menos quinze dias antes do encontro ele deverá saber qual assunto ministrará, e deverá receber o material sobre o mesmo. O ministrador deve estar no Encontro pelo menos 2 horas antes de sua ministração, caso não esteja hospedado no local do próprio Encontro. 19

17 2. Selecione um líder espiritual para formar uma equipe de pessoas que sejam realmente intercessoras, para a cobertura geral de todo o Encontro. Esta equipe deverá participar de todas as preleções em intercessão. Entre uma ministração e outra, o líder espiritual do Encontro é quem dá as orientações sobre o que acontecerá nas próximas atividades ou quem comunicados extras (caso necessário). Todos os encontreiros devem preparar-se com oração e jejum para o dia das ministrações de libertação e cura interior, bem como para a do batismo no Espírito Santo e nas demais ministrações. III ORGANOGRAMA DOS CARGOS E SUAS RESPECTIVAS FUNÇÕES NO ENCONTRO. 1. PRESIDENTE DO ENCONTRO Deve ser sempre o pastor-presidente do ministério, que abraçou a visão, fez o Encontro, e que delega responsabilidades aos seus lideres, tais como: Determinar os ministradores para cada ministração, de acordo com a experiência e a competência espiritual. Supervisionar as equipes e pessoas escaladas. Fazer-se presente e/ou ministrar as ministrações mais importantes: Peniel, Libertação, Cura Interior, Cruz e Batismo no Espírito Santo. Motivar toda a igreja a passar pelo Encontro. Apoiar de público tudo o que diz respeito ao Encontro e suas fases pré e Pós. 2. COORDENADOR DO ENCONTRO Deverá ser uma pessoa de competência e habilidade para coordenar todas as diretrizes organizacionais do Encontro. Deve também ser o elo entre o presidente, para comunicar-lhe toda a movimentação do Encontro. O coordenador deverá: Determinar quem será o supervisor geral e o supervisor espiritual e, com estes, levantarem outras equipes. Supervisionar o andamento de todas as equipes e interferir no processo, caso necessário. Arranjar o local para o encontro e negociar todo e qualquer processo de locação, acomodações, cozinha, locomoção, etc., para não haver despesas desnecessárias. Estabelecer reuniões para tratarem sobre o Encontro e as funções de cada um. Estabelecer horários e cobrar as tarefas de toda a equipe do Encontro. Supervisionar e fazer acontecer os pré e pós Encontro. Providenciar uma secretária para recebimento de inscrições, bem como um tesoureiro para a administração das finanças. 3. SUPERVISOR GERAL O supervisor geral coordenará e supervisionará as equipes de locação e transporte, recepção e apoio, suprimento e alimentação, bem como o stand by (uma pessoa com um carro utilitário que ficará à disposição para atender quaisquer emergências ou solicitações durante os Encontros). Deverá trabalhar lado a lado com o coordenador e prestar relatório ao mesmo. 4. SUPERVISOR ESPIRITUAL O supervisor espiritual tem parte fundamental para a realização de todo o Encontro. Ele deverá: Jejuar pelo menos trinta dias antes do Encontro (por isso deve ser escolhido com antecedência). Levantar uma equipe de intercessores (que já passaram pelo Encontro) para que participem do jejum e participem das ministrações em intercessão. 20

18 Não deve ser qualquer pessoa, mesmo que já tenha passado pelo Encontro. A equipe espiritual deve ser levantada com pessoas que sejam realmente intercessoras. Não permitir que em sua equipe de intercessores estejam pessoas que o discipulador enviou ao Encontro por mais de uma vez, para serem ministradas novamente. O intercessor deve ser uma pessoa preparada espiritualmente. Deverá coordenar os horários dos ministradores e levantar as placas avisando sobre o tempo, durante as ministrações. Entre uma ministração e outra, o supervisor poderá introduzir os ministradores para fazerem observações quanto ao comportamento dos encontristas, caso seja necessário. Caso algum ministrador se atrase, pode usar algum tempo permitindo que uns dois ou três encontristas testemunhem sobre o que Deus está fazendo na vida deles nestes dias (testemunhos brevíssimos). Ter a responsabilidade de, ao final do dia, reunir-se com a sua equipe e fazer a avaliação do dia, orando e pedindo direção para tudo que ainda irá acontecer. Supervisionar a equipe do correio, verificando se todos de fato receberão as lembrança; verificar o que está faltando e suprir qualquer necessidade nesta área. Informar e encaminhar os encontristas para o refeitório, momentos de descanso, ou dormitórios. 5. EQUIPE DE RECEPÇÃO E APOIO Providenciar a fixação da placas de aviso por todo o local do encontro. Levantar 3 equipes de, no Maximo, 4 pessoas para: Receber os encontristas encaminhá-los para os alojamentos e auxiliá-los no que for preciso enquanto se acomodam. Cuidar da limpeza e higienização de banheiros e arredores. Manter limpo e em ordem o alojamento e o lugar onde são realizadas as reuniões, bem como o refeitório. 6. EQUIPE DE LOCAÇÃO E TRANSPORTE Coordenar diretamente as compras (suprimentos) para todo o Encontro, procurando diminuir custos, sem perder a qualidade da alimentação. Escalar as pessoas que trabalharão na cozinha, desde o mestre-cuca até os seus auxiliares. O responsável pelo suprimento e alimentação pode ser o próprio mestre-cuca. Manter em ordem a limpeza da cozinha, bem como cuidar da manipulação dos alimentos no local. Ajudar na locação do acampamento e transporte para os encontristas. Providenciar pelo menos 1 carro utilitário para o transporte de equipamentos e para que esteja à disposição durante todo o Encontro. Ajudar na compra de suprimentos. 7. EQUIPE DE SUPRIMENTO 8. EQUIPE DO CORREIO Todo Encontro deve contar com o trabalho de uma equipe que preparará as lembranças que serão entregues aos encontristas. Chamamos a esta equipe Turma do Correio. Devem ser preparadas embalagens bem bonitas, como caixa de presente ou embalagem do tipo sacola de presente. As lembranças devem ser preparadas pelo discipulador do encontrista, e deverão conter: a) uma carta do ministério ou da igreja local agradecendo a participação do encontrista, conclamando-o a ser um com a visão da multiplicação e declarando que a igreja conta com ele (verificar modelo anexo); b) cartas de parentes e amigos; c) fotos de momentos especiais da vida da pessoa. Escreva atrás das fotos um versículo bíblico de motivação para a pessoa nesta nova fase; d) bombons, caixa de chocolate, etc.; 21

19 e) pequenas lembranças como: canetas, lapiseiras, livros devocionais ou que falem da necessidade pessoal do encontrista, etc. f) uma cópia da fotografia tirada com todos os encontristas. Esta foto deve ser tirada no sábado de manhã, revelada e reproduzida para que seja acrescentada uma cópia nas lembranças de cada encontrista. A quantidade e a variedade de lembranças dependerá das condições do ministério local, e também dos parentes ou discipuladores que quiserem aumentar a alegria do encontrista, dando-lhe presentes variados. NO LOCAL DO ENCONTRO Atenção ministrante: Após a chegada no local do Encontro todos deverão tomar seus lugares nos alojamentos e rapidamente dirigirem-se ao auditório onde as palestras serão ministradas. Em seguida ouvirão as seguintes regras que deverão ser lidas em alto e bom tom: REGRAS GERAIS DO ENCONTRO: Aqui é PENIEL, um lugar de santificação e Encontro com Deus. Assim sendo: 1. Estes dias estão reservados para crescimento espiritual. Deus vai fazer maravilhas na vida de cada um neste Encontro com Ele. 2. Durante a ministração não s pode conversar, nem fazer perguntas ao companheiro; a atenção deve ser direcionada ao que se ouve. 3. É proibido ir ao banheiro, beber água, etc. (durante as ministrações). Não pode haver distrações (Satanás vai querer de diversas maneiras, criar distração). 4. Guardar a pontualidade não esperar um pelo outro. O horário aqui é cumprido rigorosamente. Tudo deve ser organizado, as pessoas, que estarão ministrando são disciplinadas. 5. Nada de cochilo vamos nos despertar. Caso alguém comece a cochilar, deve levantar-se, para que não haja distração. 6. Durante o Encontro, evite comer fora dos intervalos. 7. Deve-se observar o tipo de roupa adequado para cada situação, pois, para tudo há uma ordem e isto gera respeito. (bermudas e camisetas descentes podem ser usadas) 8. Se alguém trouxe revista pornográfica, cigarro, maconha, crack, cocaína, calendário de bolso com imoralidade, etc., favor entregar à liderança do Encontro. (Obs.: Lembrese que a maioria é novo decidido, e alguns ainda não estão libertos de muitas coisas). 9. Não é permitido o uso de telefones celulares; exceto em casos de extrema necessidade previamente autorizado pela direção do Encontro. Sua família sabe que você está no Encontro, por isso qualquer emergência será comunicada à equipe. Cada caso será julgado pela equipe. Se Deus não pode cuidar dos seus negócios e família nesses três dias, você também não pode. Então, descanse. Concentre-se aqui. 10. Se alguém trouxe qualquer serviço extra do seu trabalho, faculdade, etc., não está autorizado a fazê-lo. 11. Após a ministração desta noite deve ser feito o maior silencio possível. Durante o Encontro, Deus estará falando diretamente com você; sua comunhão nesses dias será com Deus e não com o seu companheiro. 12. Deve-se escrever tudo o que puder; o que não puder, tentar abreviar. Nunca se pode distrair o colega ao lado perguntando sobre o assunto ministrado. 22

20 13. Não pegar nada dos outros sem permissão: sabonete, toalha, creme dental etc. Se sentir falta de algo, deve procurar o líder e não comunicar às pessoas do quarto. O que aconteceu será tratado. 14. Não se pode divulgar nada do Encontro a ninguém: nem as regras (que são rígidas), nem as ministrações, etc. É importante que cada um tenha a sua própria experiência. 15 Sempre estimulem as pessoas, com muita alegria, a fazer o Encontro. 16. Sempre se deve mencionar que tudo o que aqui acontecer não se pode divulgar em hipótese alguma, a não ser dizer que o Encontro foi tremendo. ORIENTAÇÕES PARA O MINISTRANTE: Peça que todos fiquem de pé e orem a Deus pedindo que sejam poderosamente ministrados neste Encontro. Repasse a Palavra ao ministrador que iniciará com a pregação sobre O Que é o Encontro. Deixe à disposição um bom gravador com músicas que falem sobre a dependência de Deus, o amor de Jesus, o seu perdão, etc. A música deverá ser tocada na hora da oração de arrependimento e quebrantamento; é bom que seja sempre a mesma música, para ficar como um marco na lembrança dos encontrista. Após a ministração O Que é o Encontro e a oração o supervisor espiritual deverá encaminhá-los ao refeitório para o lanche e mencionar novamente que não devem conversar com ninguém, que os encontristas devem deixar-se ser ministrados pelo Senhor. Avise sobre o horário de dormir e o de levantar no dia seguinte. Algumas pessoas ficam tão quebrantadas que nem querem lanchar. Reúna-se com a liderança do Encontro. ORIENTAÇÕES PARA A EQUIPE DE INTERCESSORES 1. Durante todas as palestras o líder espiritual, juntamente com sua equipe de intercessores, deverá estar em oração quebrando as resistências e servindo de apoio espiritual para o ministrador. Devem estar por trás do auditório, pois não devem chamar a atenção. 2. Durante o tempo de oração e quebrantamento os intercessores deverão andar pelo auditório orando discretamente. Guardanapos de papel deverão ser providenciados para serem distribuídos entre as pessoas que necessitarem. No Encontro muitas pessoas choram, e nem sempre possuem lenços. 23

21 1 Dia do Encontro 6ª. Feira 1ª Palestra: Tema: O QUE É O ENCONTRO Tempo: 1 h e 30 min. ORAÇÃO – Abra seu coração se desarme aqui tem Pastores e Líderes. Textos: Amós 4:12 b Tg 4:4, Cl 1:13, Ap. 3:20 Veremos dois tipos de encontro: 1. Encontro com o mundo Precisamos nos conscientizar de que um dia nós nos encontramos com o mundo e esse encontro deixou em nós muitas seqüelas. Sexo fora do casamento filho(s) que hoje sofrem com padrasto. Só o encontro com Jesus pode tirar as seqüelas do encontro com o mundo. O Encontro com o mundo ministra somente a destruição. O ficar calado no Encontro significa reflexão sobre as seqüelas que o mundo deixou. O encontro com o mundo busca seus próprios interesses: a felicidade própria. O mundo tenta nos impedir de encontrarmos com Jesus; certamente muitos tiveram dificuldades de chegarem até aqui. (Citar algumas dificuldades: Dinheiro marido filhos trabalho-doença). Os homens seguem os caminhos que o mundo oferece. Os homens buscam a felicidade e satanás aproveita para encantá-los. Um dia nós fomos assim e andamos por muitos caminhos tortuosos, julgando sempre estar buscando a felicidade. Os homens buscam a fama, o dinheiro, o prazer isto é o encontro com o mundo: 24

22 (Neste momento entra uma pessoa carregando em seus ombros um vaso que aos poucos vai enchendo de pacotinhos pretos significando coisas do mundo; um demônio a acompanha colocando os pacotinhos dentro do vaso). 1.1 As ilusões do mundo a. A Fama desejo de ser conhecido por todos, de ser admirado. A fama é uma das maiores mentiras na vida do homem. Desde criança o diabo trabalha para gerar em nós um desejo pela fama, pelo estrelato. Os artistas, os heróis, as (os) modelos, os políticos passam a serem os ídolos, é assim mesmo que os chamamos no mundo. b. O dinheiro O desejo pelo mundo de ter muito dinheiro gera situações estranhas: pessoas dão R$ 15,00 num cartão de bingo, mas não oferta na igreja; filhos matam os pais por causa de herança; pessoas jogam tudo o que têm e não conseguem nada, etc. A Bíblia diz que não devemos amar o dinheiro (I Tm 6:10). Se o dinheiro for mal canalizado ele trará infelicidade. Deus deve ser o centro do nosso amor, não o dinheiro. O dinheiro é uma benção quando bem aplicado e quando abençoam os outros, mas é uma maldição quando chega com maus desígnios ao coração (MT 6:21) Onde está o teu tesouro lá está o teu coração. c. O Prazer Muitas pessoas, quando no mundo, só vivem em função de buscar prazer. Inúmeros casamentos são destruídos porque se busca prazer sexual em uma terceira pessoa. Geralmente, não interessa, ao homem do mundo, se sua esposa adulterar. 25

23 Suas relações sexuais só servem para terem prazer físico, como se homens e mulheres fossem animais; nunca pensam que os seus parceiros são a imagem e semelhança de Deus Resultados do encontro com o Mundo: UMA GRANDE FRUSTRAÇÃO 2. Encontro Com Jesus…saíram, pois da cidade e foram ter com Ele Jo 4:1-30 a. É necessário sair para encontrar-se com Jesus – Quando encontramos com Jesus a nossa vida muda para melhor (II Co 5.17). (Neste momento entra uma pessoa representando Jesus). – Saímos da cidade para termos um Encontro com Ele. – Abraão, Moisés, Jesus… Saíram da cidade. Temos muitas preocupações no mundo. Por isso durante esses dias, estamos sem celular, sem telefone, etc. É preciso um despojar, um esvaziar, um renunciar de nós mesmos para encontrarmos com Jesus. – A mulher samaritana disse venham, vamos sair da cidade para nos encontrar com Ele! Jesus deu a oportunidade para que aquela mulher encontrasse com Ele. – Por mais que Satanás utilizasse suas forças, para nos impedir de estar aqui, o inimigo não prevaleceu, pois Jesus quer encontrar-se conosco. b. Neste encontro a sua vida é transformada (Neste momento Jesus vai até a pessoa caída e a levanta, pega um vaso limpo e entrega a ela, representando a nova vida que Ele quer lhe dá). O ministrador recomeça: Mande que todos fechem seus olhos e comecem a orar para que Deus transforme suas vidas. 26

24 – No intervalo vá ao espelho, olhe-se como está, veja toda a sujeira que está em você e na segunda feira olhe-se de novo e você verá a limpeza maravilhosa que Deus operou. O Senhor vai nos limpar. – Todos que se encontraram com Jesus mudaram de vida. Se disserem que você está diferente, concorde. Se perguntarem: o que você tem? Responda: Eu tive um encontro com Jesus! c. Seu coração será renovado (Agora Jesus troca o vaso limpo por um vaso dourado, significando a vida transformada). Toda a ociosidade, ansiedade, tristeza, serão tiradas. Hoje Jesus Cristo trará libertação e livramento. Teremos o coração de Jesus Cristo e o seu sangue em toda a nossa vida. Hoje o Senhor nos dará um coração novo, não sairemos daqui os mesmos. O Encontro com Jesus Cristo traz mudança de vida. O Senhor tem se preocupado com a nossa vida, não podemos nos corromper, quem está com Jesus, não tem corpo para deposito de dor, tristeza, etc. Somos um vaso novo que todos os dias o Espírito Santo estará enchendo. ( Jesus abraça a pessoa e sai com ela a protegendo). Exemplo da águia esta é uma ave de rapina que sempre se recicla. De tempos em tempos ela sobe aos montes e fica lá, sua plumagem é renovada e o seu bico também é trocado. Assim somos nós quando esperamos no Senhor. Os que esperam no Senhor renovam suas forças (Is. 40:31). Seja como a mulher Samaritana (Jo 4:9-12) que se despejou, abandonou tudo, e deixou-se ser ministrada por Ele; a partir disso, ela levou multidões consigo a Jesus. Você está num Encontro a partir do qual multidões te seguirão. Neste Encontro você receberá a fortaleza de Jesus satanás é um gigante vencido. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece (Fp. 4:13). 27

25 3. LEMBRETES IMPORTANTES: a. Algumas coisas impedem o Encontro Não diga: Ah eu não mereço, fiz muitas coisas erradas. Não deixe o diabo trazer acusação. Rejeite-a. (Rm 8:1). Não diga, Já aceitei Jesus, mas nada mudou. Acho que Deus está longe por causa dos meus pecados. Deus se importa com você. (Rm. 5:20). b. A Bíblia afirma que: Jesus Cristo está interessado em ter um Encontro conosco. Ele disse: Eis que estou à porta e bato (Ap. 3:20). Ele esta a nossa disposição. Somos em Cristo a imagem de Deus (Gn 1:26), somos da linhagem santa, somos geração de Deus (I PE 2:9). Se você aceitou a Jesus Cristo, Ele certamente entrou no seu coração e você tornou-se seu filho. Temos tudo o que o nosso Pai tem. Qual o filho que não se parece com o pai? 4. O QUE DEVO FAZER PARA TER UM ENCONTRO DE SUCESSO Com esse conceito apropriado devo ir ao Encontro com: 4.1. HONESTIDADE 4.2. HUMILDADE (Lc. 14:1) INCONFORMAÇÃO 4.4. DILIGÊNCIA (Hb. 3:7). 28

26 LEMBRE-SE!!! Nunca mais pergunte a Deus Onde estás?. Ele diz: Eu Estou aqui. Quando nos escolheu, Ele não viu o que éramos, mas o que nós seriamos e o que faríamos. Jesus Cristo disse a Paulo: Porque me persegue? Você hoje será confrontado com tudo que fez a Jesus Cristo. Paulo passou por essa experiência, mas toda a maldição de sua vida Jesus Cristo transformou em benção. PEÇA: ENCONTRO COM O MUNDO ORIENTAÇÕES PARA O MINISTRADOR: 1. Orar por todos mencionar os pontos abordados e levá-los a um quebrantamento profundo e arrependimento de pecados (música de adoração ao fundo). 2. Mencionar que não devem conversar com ninguém antes, durante e após o jantar. O Espírito Santo estará ministrando a eles sobre várias situações de pecado nas suas vidas. As conversações tiram a atenção daquilo que Deus quer nos dizer. Avise sobre o horário de dormir e o levantar na manhã seguinte. 4. Deve-se encaminhá-los ao refeitório, para o jantar, e em seguida, ao dormitório, onde permanecerão em silencio. Algumas pessoas ficam tão quebrantadas que nem querem comer. 29

27 2 Dia Encontro Sábado 1ª Palestra: Tema: PENIEL Tempo: 1h e 30 minutos Textos: Gênesis 32.30; II Samuel 12 Introdução: Peniel é um lugar de Encontro com Deus (Gn. 32:30). Lugar de sentir profunda dor pelos pecados. Lugar de confronto, consigo mesmo e com Deus. Em Peniel Deus mostrará quem você é. Lugar de luta, de arrependimento, de guerra, de choro, de pranto. Em Peniel você irá ouvir claramente a voz de Deus. Jamais você esquecerá seu Peniel. Peniel tem como objetivos principais: 1. Levá-lo ao arrependimento 2. Levá-lo ao propósito certo 3. Levá-lo a estar face a face com Deus. Gênesis Jacó esteve em Peniel e toda a sua vida foi mudada. Seu nome foi mudado de Jacó para Israel. Seu caráter foi mudado (ele era usurpador e seu nome de fato significava USURPADOR, MAU CARÁTER). Jacó sentiu profunda dor nesse lugar. Você também sentirá essa dor, porem sairá daqui completamente curado e com uma nova identidade (II Co 5:17). Comente sobre a experiência de Jacó em Peniel. ATENÇÃO: Você pode achar que a sua vida está bem, mas Deus irá mostrar se realmente está bem ou não. Vejamos o que acontece em Peniel: 1. SOMOS CONFRONTADOS – Quando eu peco, abro uma porta de legalidade para satanás entrar na minha vida (João 10.10). 30

28 – Todo confronto, quando há arrependimento genuíno, gera cura e libertação. – Em Peniel você será confrontado com os princípios divinos que você quebrou. b. SOMOS CONDUZIDOS AO ARREPENDIMENTO (Pv. 28:13) Diante da realidade dos nossos pecados, não podemos nos arrepender pela metade. Não podemos pensar que o sangue de Jesus é como um cartão de credito que usamos sem responsabilidade (I Jo 1:7; Hb 6:4-6). Precisamos ser genuínos e sinceros diante do arrependimento (I Jo 1:8-9). Nós jamais enganaremos a Deus (Salmos 139). Arrependimento sem dor não é arrependimento. Precisamos sentir dor pelo pecado que cometemos. Quando o pecado é lembrado com dor, há cura. Arrepender-se é reconhecer o erro e decidir não fazê-lo mais (SI 51:2-3). Quando renunciamos o pecado, arrancamos os argumentos do diabo (Colossenses 12-15). c. SOMOS DESMASCARADOS DIANTE DE ALGUMAS MENTIRAS NAS QUAIS VIVEMOS Você tem mentido? (Ef. 4:25; Zc 8:16-17). Contando piadas indecentes? (I Co 15:33, Pv 26:18-19). Tem omitido pecado (de roubo, sonegação de imposto, etc.)? (Ef. 4:28). Tem cobiçado (marido/esposa alheio(a), roupa, casa, bens, emprego, carro, etc.? (Êxodo 20.17) Tem se prostituido, se masturbado, adulterado, tido pensamentos impuros, traído seu cônjuge, fornicado (imoralidade sexual)? (I Co 6:9-10)

29 31 Tem sido grosso, no falar, respondão, falador, maledicente, brigão? Tem sido sensual, indecente, defraudador? (I Co 6:18). Tem tratado o cônjuge e os filhos com grosseria, violência, e com espancamento? (Ef 4:31-32). Tem sido glutão, insubmisso, rebelde, desobediente? Não importa o que você fez Deus lhe aceita em Peniel. Deus vai mudar a sua situação. Ele é poderoso. Só conseguiremos ser totalmente curados e libertos se formos transparentes e confessarmos tudo. Temos que viver na luz. OBSERVE: Quando um marido trai uma esposa e chega em casa confessando o que fez, a reação da esposa é a melhor possível, não é assim que acontece? Claro que não. Ela diz: Como? Com quem? Por quê? onde? Quantas vezes isso aconteceu? Você deve sentir dor do seu pecado e confessar tudo ao Senhor (SL 51:1-4). O verdadeiro arrependimento acontece quando nos conscientizamos que, ao pecarmos, perdemos algo, e fazemos tudo para recuperar. 4. SOMOS COMPARADOS COM ALGUNS EXEMPLOS BÍBLICOS E CONFRONTADO POR CAUSA DE NOSSOS PECADOS Davi era um homem segundo o coração de Deus 4.2. Davi tinha uma vida exemplar Hoje não passamos por batalhas físicas Muitos líderes caem porque não estão em guerra constante. Temos um inimigo que não dorme.

30 Davi era um homem segundo o coração de Deus 4.4. Davi ficou em casa dormindo até tarde (II Sm 11:2) O diabo aproveitou as férias de Davi e lhe armou uma cilada de adultério com Bate-seba, mulher de Urias. Urias pelo contrario se recusava a ficar em casa, sabendo que seus companheiros estavam no campo de guerra. Enquanto o povo estava em guerra, Davi estava em férias cobiçando e adulterando. Nesta pausa, Davi ficou no palácio. Qual é o seu palácio, o lugar em que você descansa? O pecado é como uma bola de neve; Começa pequeno e depois causa uma catástrofe. Por causa do adultério começou a desgraça na vida de Davi. Ele planejou a morte de Urias, desviou o foco da visão de Deus e viveu debaixo de miséria. Instalou a maldição na casa da família real: incesto, homicídio, entre irmãos, imoralidade. Traição do seu próprio filho Davi esqueceu que deveria estar em constante guerra Satanás trabalha nas nossas preferências As preferências vêm pela janela da alma (I Jo 2:15-16). Na época de Isaias o povo estava contaminado (Isaías 6:7). Deus só enviou Isaias depois que seus lábios foram purificados. O pecado nunca é instantâneo Ele é progressivo.

31 33 O Salmo 42:7 (citar) diz que um abismo chama outro abismo. Qual a conseqüência do pecado? Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor (Romanos 6:23); II Samuel 12 e Davi perdeu a paz. A nossa intranqüilidade é sinal de pecado. O pecado é perdoado, mas as conseqüências perduram. (Salmo 32:5). Pecado tem nome. Não basta dizer: Ah! Eu pequei muito. Deve-se dizer o pecado pelo nome. O Espírito Santo vai trazer consciência a você. Peniel é um encontro Face a Face com Deus. 5. Conclusão No início, talvez o pecado pareça agradável e prazeroso, mas, concluída a sua trajetória, fica o seu rastro de destruição, angustia e perdas. O único caminho de livramento é à volta para Deus, com arrependimento e fé na morte expiatória de Jesus Cristo. Enquanto calei meus pecados, consumiram-se os meus ossos pelo meu bramido durante o dia todo. (Salmos 32:3) Houve tempo de Aparências. O pecado tira Deus do centro das decisões. 6. O pecado destrói as nossas finanças 7. Davi se arrependeu! O que é arrependimento? (Pv 28:13). Arrependimento não é remorso. 8. No arrependimento há entrega total, não há contra argumentos. Não se tenta argumentar o pecado, se humilha e se arrepende. 34

32 9. O arrependimento não é ressentimento, é uma dor profunda que vem por se reconhecer que pecou contra o Senhor. 10. Jesus se opõe a qualquer pessoa tolerante para com o pecado (I Co 5:2; Gl 5:21). 11. Somos santos que odiamos e aborrecemos o pecado. PEÇA: A LUTA DE JACÓ COM O ANJO Orientação para o Ministrador: 1. Comunique que este é um tempo entre o encontrista e Deus: podem chorar, gritar, arrependerse em Sua presença. 2. Deve-se dizer que os pecados deverão ser confessados um a um, nome por nome, sem esquecer nada, inclusive as épocas em que ocorreram. 3. Ao fundo deverá estar tocando a música escolhida para esse momento (Peniel Fernanda Bruna) 4. Após o tempo de quebrantamento, ore por todos e por tudo que ainda irá acontecer nos próximos momentos do Encontro. 35

33 2 dia do Encontro Sábado 2 Palestra – Tema: LIBERTAÇÃO Tempo: 1h 30 minutos Textos: Tiago 4.7; I João 3:8; Efésios 4.27; I Pedro 5.8 ; Êxodo 20.5 IMPORTANTE: – Começar com uma oração buscando dependência total do Senhor. 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS Muitas vezes podemos pensar que por termos aceitado Jesus não temos atitudes que nos deixam sob influência de demônios. Mas a realidade é que muitos seguidores de Jesus ainda vivem escravizados pelo maligno. Ou seja, vivem debaixo de maldição. (Efésios 4:27). A maldição repousa na 1ª, 2ª, 3ª e até a 4ª geração (Dt 11:26; Dt 30:19) A maldição se instala no tempo e no espaço (Efésios 5:15 16), mas se encerra na 4ª geração. Libertação fala de ficarmos livres de algo que nos prendeu. A maldição se infiltra por uma legalidade e abre portas para que demônios venham sobre a sua vida. A manifestação de maldições revela a presença e atuação de demônios nas vidas. Jeremias 23:10; Malaquias 4:6; Hebreus 6:8; Tiago 3:10 1. COMO SURGEM AS MALDIÇÕES Todo pecado é uma quebra de comunhão com Deus. O pecado é que dar a legalidade para a ação de demônios. (I Pe 5:8 / Gn 4:6-7). Toda infidelidade é pecado e atrai maldição. (Malaquias 3:6-8). 36