Distúrbios Alimentares

0
44

Distúrbios Alimentares – O que são?

O Distúrbio alimentar também chamado de transtorno alimentar se caracteriza por extremos.

Ele está presente quando uma pessoa experimenta distúrbios graves em relação ao comportamento alimentar, tais como a redução extrema da ingestão de alimentos ou da compulsão extrema de alimentos (comer demais), a pessoa também experimenta sentimentos de extrema angústia ou preocupação com o corpo, peso ou forma.

gatda distúrbios alimentares o que são anorexia bulimia compulsão alimentar

Uma pessoa com um distúrbio alimentar pode ter começado apenas ingerindo quantidades menores ou maiores de alimentos do que o faria normalmente, mas em algum ponto, a vontade de comer menos ou mais leva a comportamentos fora de controle.

Os transtornos alimentares são muito complexos, e apesar de várias pesquisas científicas para compreendê-los, o biológico, comportamental e bases sociais destas doenças são ainda imperceptíveis e não completamente esclarecidas.

Os três principais tipos  de transtorno são:

  • Anorexia nervosa
  • Bulimia nervosa
  • Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica (TCAP)

Uma quarta categoria é chamada de  “transtornos alimentares não específicos (TANE) “, que inclui diversas variações de transtornos alimentares. A maioria destes distúrbios são semelhantes à anorexia ou bulimia, mas com algumas características diferentes.

Transtornos alimentares frequentemente aparecem durante a adolescência ou início da idade adulta, mas alguns relatórios indicam que eles podem se desenvolver durante a infância ou mais tarde na idade adulta. Mulheres e meninas são muito mais propensas do que os homens para desenvolver um distúrbio alimentar.

Homens e meninos representam cerca de 5 a 15 por cento de pacientes com anorexia ou bulimia e estima-se que 35 por cento daqueles com transtorno da compulsão alimentar periódica.

Os transtornos alimentares são reais e tratáveis. Mas são doenças com complexo fator psicológico e causas biológicas. Eles frequentemente coexistem com outros transtornos psiquiátricos, como

  • depressão, abuso de substâncias, ou transtornos de ansiedade.Pessoas com distúrbios alimentares também podem sofrer de numerosas complicações de saúde, tais como doenças cardíacas ou renais, o que pode levar à morte.

Os transtornos alimentares são doenças tratáveis .

Tratamentos psicológicos e médicos são eficazes para muitos distúrbios alimentares. No entanto, em mais casos crônicos,  certos tratamentos ainda não foram identificados.

Nestes casos, os planos de tratamento muitas vezes são adaptados para o indivíduo,  e pode incluir cuidados médicos e monitoramento constante; medicamentos; aconselhamento nutricional; e individual, de grupo e / ou a família além da psicoterapia. Alguns pacientes também podem precisar de hospitalização para tratar a má nutrição ou para ganhar peso.

QUAIS SÃO AS CAUSAS DOS DISTÚRBIOS ALIMENTARES ?

Distúrbios alimentares são doenças complexas, influenciadas por uma série de fatores. Embora a causa exata dos distúrbios alimentares seja desconhecida acredita-se geralmente que a combinação de alterações biológicas, psicológicas, e / ou ambientais contribuem para o desenvolvimento destas doenças.

Exemplos de fatores biológicos incluem:

  • Funções hormonais irregulares
  • Genéticas (a relação entre transtornos alimentares e os próprios genes ainda está sendo muito pesquisada, mas sabemos que a genética é uma parte importante da história).
  • Deficiências nutricionais

gatda distúrbios alimentares o que é anorexia bulimia compulsão alimentar

Exemplos de fatores psicológicos incluem:

  • Imagem corporal negativa
  • Baixa autoestima

Exemplos de fatores ambientais que contribuem para a ocorrência de transtornos alimentares são:

  • Dinâmica familiar disfuncional
  • Profissões e carreiras que promovem estar magro e perda de peso, como balé e carreira de modelo.
  • Estética física orientada em esportes, onde a ênfase é colocada na manutenção de um corpo magro para um melhor desempenho. Os exemplos incluem: remo, mergulho, balé, ginástica, luta livre, corrida de longa distância.
  • Influência familiar e de traumas da infância: abuso sexual na infância, trauma grave
  • A pressão cultural e / ou grupos de amigos e colegas de trabalho
  • Situações estressantes ou mudanças de vida

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here