- Anúncio -

 

Dinâmica em sala de aula, trabalhando o conteúdo “animais invertebrados”.

SUGESTÃO DE DINÂMICA DE GRUPO RELACIONADA AO ENSINO DA MORFOLOGIA E FISIOLOGIA DOS ANIMAIS INVERTEBRADOS

Os invertebrados reúnem uma diversidade de animais com aproximadamente 97% de todas as espécies. Sendo a característica comum a todos os invertebrados, a ausência de espinha dorsal.

Outras características comuns a esses seres são:

- Anúncio -



– Formação multicelular (diferentes conjuntos de células compõem estes organismos);
– Ausência de parede celular (pois essa estrutura é tipicamente dos seres vegetais, também encontrada em algumas algas e fungos);
– Com exceção das esponjas, possuem tecidos diferenciados como resultado de sua organização celular;
– Sua reprodução geralmente é sexuada (gametas masculinos e femininos se combinam para formar um novo organismo).

Poríferos: Animais aquáticos com organização corporal muito simples, sem nenhum tipo de órgão;

Cnidários: animais aquáticos (a maioria marinhos), alguns vivendo fixados a objetos submersos enquanto outros nadam livremente;

Platelmintos: vermes achatados, parasitas de outros animais;

Anelídeos: animais de corpo cilíndrico e segmentado;

Moluscos: animais de corpo mole, divididos em cabeça, pé e maça visceral;

Artrópodes: animais com peças corporais articuladas.

De forma geral, podemos dizer que a grande maioria dos invertebrados é capaz de se locomover. Contudo, as esponjas e alguns cnidários somente realizam essa tarefa quando ainda são bem jovens e pequenos.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

Diferentemente dos vegetais (que produzem sua própria energia através da fotossíntese), os invertebrados necessitam extrair a energia necessária para sua sobrevivência através de outros seres. Para isso, eles se alimentam de seres autótrofos (vegetais) e heterótrofos (animais).

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

BAIXE O TRABALHO AQUI [16.94 KB]

- Anúncio -