- Anúncio -

 

Para entender o que é função do primeiro grau, deve-se saber que é aquela escrita na forma y = ax + b, em que a e b são reais e a é diferente de zero.

Uma função do primeiro grau é aquela cuja lei de formação pode ser escrita na seguinte forma:

y = ax + b

Na qual, a e b pertencem ao conjunto dos números reais, e a é diferente de zero. Esse tipo de função também é chamada de função afim.

- Anúncio -

É importante relembrar os principais conceitos a respeito das funções em geral para compreender bem as funções do primeiro grau.

O que é uma função?

Uma função é uma regra matemática que relaciona cada elemento x, de um conjunto A, a um único elemento y, de um conjunto B. Os conjuntos A e B são conhecidos, respectivamente, como domínio e contradomínio. Já x e y são conhecidos, respectivamente, como variável independente e variável dependente, pois o valor de y sempre dependerá do valor de x.

Assim, as funções do primeiro grau são regras que relacionam cada elemento de um conjunto a um único elemento de outro cuja variável independente é uma potência de expoente 1. O grau de uma função sempre é dado pelo maior expoente da variável independente e, no caso das funções do primeiro grau, o maior expoente é 1.

Exemplos de função do primeiro grau

Os exemplos a seguir são de funções do primeiro grau. Isso significa que elas podem ser escritas na forma y = ax + b, ou já estão nessa forma.

a) y = 2x + 9. Essa é uma função afim, ou do primeiro grau, em que a = 2 e b = 9.

b) y = – x – 7. Embora o sinal de – 7 não seja positivo, essa também é uma função do primeiro grau, com a = – 1 e b = – 7. Para que não haja dúvidas, basta escrevê-la: y = (–1)x + (–7).

c) f(x) = 0,2x. Essa é uma função afim, ou do primeiro grau, na qual a = 0,2 e b = 0. Observe que f(x) é outra notação para y, mas ambos representam a mesma coisa.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

A partir dos exemplos acima, lembre-se sempre: as funções do primeiro grau são aquelas em que a variável independente possui expoente máximo igual a 1.

Exemplos de funções que não são do primeiro grau

Para que não fiquem dúvidas, observe agora alguns exemplos de funções que não são do primeiro grau:

a) y = 2x2. Essa função não é do primeiro grau porque a variável independente possui grau 2. Nesse caso, ela é uma função do segundo grau.

b) y = 1/x. Essa função não é do primeiro grau porque y = 1/x também pode ser escrito como y = x-1 e esse (-1) não é o expoente correto para as funções do primeiro grau.

Gráfico da função do primeiro grau

Toda função do primeiro grau pode ser representada geometricamente por uma reta. Para construí-la, basta encontrar dois pares ordenados de pontos que pertencem a essa reta, colocá-los no plano cartesiano e traçar a reta que passa por eles. Tomando a função y = x – 3 como exemplo, o passo a passo da construção do gráfico de uma função do primeiro grau deve ser o seguinte:

1º Encontrar os pares ordenados

Para encontrá-los, basta escolher dois valores quaisquer para a variável independente e descobrir seus correspondentes por meio da função. Para isso, escolhemos x = 1 e x = 2 e construímos a tabela a seguir:

x y = x – 3 y Par ordenado (x,y)
1 y = 1 – 3 = – 2 – 2 (1, –2)
2 y = 2 – 3 = 0 – 1 (2, –1)

A segunda coluna dessa tabela é preenchida com o valor de x substituído na função, a terceira com o valor final de y e a quarta com o par ordenado formado pelos valores de x e de y.

2º Colocar os pares ordenados no plano cartesiano e traçar a reta que os contém

https://s5.static.brasilescola.uol.com.br/img/2017/08/grafico-da-funcao.jpg

 

- Anúncio -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.