- Anúncio -

 

O Estado do Rio de Janeiro está localizado na região Sudeste. A capital é Rio de Janeiro. Quem nasce no Estado é chamado fluminense. Aquele que nasce na cidade é denominado carioca.

sigla do Estado é RJ e a população é de aproximadamente 16,5 milhões de habitantes, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O estado tem 92 municípios distribuídos em uma área de 43.777,954 quilômetros quadrados.

Estado do Rio de Janeiro

Bandeira do Estado do Rio de Janeiro

- Anúncio -

História

O Estado está entre os primeiros a serem colonizados pelos portugueses, que atracaram na baía da Guanabara em 1.º de janeiro de 1502, em uma expedição exploratória. É por este motivo que foi batizado de Rio de Janeiro.

O processo de colonização começou em 1531, com o desembarque de Martim Afonso de Souza. A expedição dos colonizadores foi impulsionada pelas ameaças de franceses, holandeses e ingleses.

Essas nações participaram tardiamente das grandes navegações e começavam a invadir o território brasileiro.

As constantes invasões motivaram o rei Dom João III a dividir o Brasil em 15 capitanias hereditárias que foram distribuídas a 12 fidalgos.

O território que hoje é ocupado pelo Estado do Rio de Janeiro pertencia à Capitania de São Vicente. A área foi entregue a Martim Afonso de Souza em 1534. Também integrava o território a área de São Tomé, que foi doada a Pero Góis da Silveira em 1536.

A região da baía da Guanabara foi invadida em 1555, por uma expedição de franceses. No local, fundaram a França Antártica, para onde foram enviados 300 colonos calvinistas.

A reação da Coroa portuguesa contra a invasões francesas começa em 1565. O processo ocorre com a fundação da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, em 1.º de março, sob o comando de Estácio de Sá. Esta foi a segunda cidade fundada no Brasil.

Sucessivas batalhas de portugueses contra franceses e indígenas ocorreram em 1567 e 1568. Em batalhas como essas, a população indígena brasileira foi praticamente dizimada.

Os índios que se aliavam aos portugueses eram recompensados. Esse foi o caso de Arariboia, líder dos temiminós, que recebeu a área hoje ocupada pela cidade de Niterói como recompensa pela luta contra os franceses.

Como estratégia para administrar as investidas dos inimigos europeus, os portugueses dividiram o Brasil em dois governos em 1574. Os governos gerais ficaram sediados em Salvador, na Bahia, e na cidade do Rio de Janeiro.

A partir desse ponto ocorre a ocupação definitiva da região. A reunificação do território ocorre somente em 1578, ficando a capital sediada em Salvador.

Após a chegada da corte portuguesa, em 1808, o Rio de Janeiro passou a ser a capital do Brasil e pertencia ao Estado da Guanabara. Essa condição durou até à fundação da capital atual, Brasília (DF), em 21 de abril de 1960.

Com a transferência do Distrito Federal para o Centro-Oeste, a área da atual cidade do Rio de Janeiro tornou-se uma cidade-estado independente. Essa condição durou de 1960 a 1975, quando a cidade do Rio de Janeiro foi unida ao Estado do Rio de Janeiro e tornou-se capital. É essa a organização político-administrativa atual.

Compreenda melhor o assunto lendo os artigos:

  • Capitanias Hereditárias
  • Governo Geral
  • Tomé de Souza
  • Sesmarias

Economia

O Estado do Rio de Janeiro tem a segunda maior economia do Brasil. É responsável por 12,6% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro.

A extração de petróleo é a principal fonte de rendimentos do Estado. Em segundo lugar está a indústria de transformação e, por fim, comércio e serviços.

A produção industrial está centrada em ligas de aço, tubos flexíveis, motores automotivos, cosméticos, pneus e polipropileno. Também há indústrias de combustíveis e lubrificantes para aeronaves, óleo diesel, biodiesel, medicamentos e outros.

Principais Cidades

As cidades do estado têm importância turística e econômica conforme a região onde estão instaladas. Na região costeira, que é chamada de Costa do Sol, estão Búzios, Cabo Frio, Arraial do Cabo, Rio das Ostras, Maricá e Saquarema.

Na Região Serrana estão Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo. Entre elas, Petrópolis tem uma arquitetura especial e foi escolhida para as férias de Verão de Dom Pedro II.

A cidade mais importante é a capital, Rio de Janeiro. O município é destaque histórico, econômico e turístico.

Pontos Turísticos

A cidade do Rio de Janeiro é o principal ponto de atração de visitantes da região e do País.

Além das praias, as mais conhecidas são Copacabana, Leblon e Ipanema, há o Pão de Açúcar e o Cristo Redentor. Os locais são visitados por milhares de turistas todos os anos.

Combinada com o leque de belezas naturais, a cidade oferece o equipamento histórico deixado pela permanência da Corte portuguesa no Brasil. Entre eles estão a Biblioteca Nacional, o Teatro Municipal e diversos museus.

- Anúncio -