- Anúncio -

 

Em 27 de agosto, é celebrado o dia do corretor de imóveis. Indispensável em qualquer negociação imobiliária, o corretor busca, por meio de sua intermediação, proteger e satisfazer os interesses tanto de quem vende, quanto de quem compra um imóvel.

Com missão tão importante, nada mais justo do que homenageá-lo. Por isso, neste Dia do Corretor de Imóveis, vamos destacar o crescimento e os desafios da profissão. Acompanhe!

Dia do corretor de imóveis: um pouco de história

De acordo com um histórico da profissão disponível no site do Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci), o primeiro corretor a atuar no Brasil foi Pero Vaz de Caminha, há mais de 500 anos.

- Anúncio -

Sim, a carta do escrivão da frota de Pedro Álvares Cabral descrevendo ao Rei de Portugal, Dom Manuel, as novas terras descobertas pode ser considerada o pontapé histórico da profissão.

Em 1548, foram criadas algumas vilas ao redor das igrejas usadas na catequização dos povos nativos. Essa estratégia foi adotada porque era necessário garantir a segurança das pessoas que ali viviam. Além disso, a formação de comunidades era importante para fortalecer os moradores contra invasões.

Conforme a história do Brasil foi avançando, o comércio de imóveis cresceu junto. Isso significa que esse tipo de negociação viveu um bom momento no ciclo de ouro da cana-de-açúcar. Esse foi um período de grande desenvolvimento das vilas, que começaram a tomar contornos de cidades.

O ciclo econômico do ouro, anos depois, foi muito importante para o comércio imobiliário e desenvolvimento dessa atividade econômica. Prova disso são as cidades mineiras de Ouro Preto e Tiradentes.

Com esses exemplos, podemos entender como a circulação de riquezas incentivou a arquitetura e a arte, desenvolvendo imóveis que foram objetos de desejo da nobreza local e que hoje encantam turistas — além dos moradores, que fazem questão de viver em uma cidade turística.

Já os primeiros registros da atuação profissional organizada, específica de corretagem de imóveis, datam no século XVIII, quando a chegada da família real portuguesa promoveu o forte crescimento da cidade do Rio de Janeiro.

Nesse período, muitos nobres passaram a viver na cidade., o que fez com que imóveis fossem desapropriados ou comprados, servindo de moradia para os membros da corte portuguesa.

Já no século XX, durante o Governo Vargas, foi importante a figura de José Floriano de Toledo — o primeiro presidente do Sindicato de Corretores de Imóveis de São Paulo. Sua atuação junto aos corretores foi fundamental para que a sociedade da época reconhecesse o valor profissional dos corretores de imóveis.

Os corretores de imóveis tiveram que esperar até 27 de agosto de 1962 para que a profissão fosse regulamentada — e é essa a data reservada para homenageá-los.

Dia do corretor de imóveis: desafios da profissão

Atualmente, a evolução dos hábitos de consumo exige que o corretor de imóveis permaneça atento para acompanhar as tendências do mercado. Nos últimos anos, novas tecnologias têm transformado a forma como as pessoas adquirem bens, especialmente imóveis.

A internet e as novas ferramentas disponíveis no mercado hoje são indispensáveis para o trabalho do corretor. O profissional que não tem “presença digital” e não explora as redes sociais para o contato com os clientes, por exemplo, tem suas chances de conquistar bons negócios sensivelmente reduzidas.

Ao mesmo tempo, o fácil acesso às informações exige que o atendimento seja ainda mais aprimorado. Ao corretor não basta apresentar o imóvel e as condições do negócio — isso, o cliente já encontra pela internet.

O que ele espera do corretor é um serviço de consultoria, um profissional que apresente soluções para suas demandas. Isso exige ainda mais especialização, conhecimento do mercado e capacidade de realizar um atendimento efetivamente personalizado e diferenciado. Nesse caso, saber identificar o perfil do cliente é essencial.

A evolução do mercado também exige que o corretor de imóveis reserve um tempo para estudar e manter-se atualizado. Nem todos se dão conta, mas para ter sucesso e ser um bom vendedor de imóveis é preciso entender um pouco de economia, marketing, relações pessoais, arquitetura e decoração. Quem não se dedicar e não estudar fica para trás.

A boa notícia é que o corretor de imóveis pode usar a internet para melhorar a sua performance. Existe uma infinidade de possibilidades educacionais voltadas a esse profissional. Até mesmo o curso técnico em Transações Imobiliárias pode ser feito na modalidade a distância.

Por mais banal que isso pareça, é importante frisar que há poucas décadas as pessoas precisavam se deslocar até as grandes cidades apenas para tirarem essa certificação.

Dia do corretor de imóveis: participação das mulheres

Uma das características da evolução da profissão de corretor de imóveis é o crescimento acelerado da participação feminina no mercado. Elas, que até 1958 eram proibidas por lei de atuar na profissão, têm ocupado cada vez mais espaço. Mais um motivo para comemoração neste dia do corretor de imóveis.

Segundo dados do Cofeci-Creci, entre 2002 e 2013, o número de mulheres corretoras cresceu 144%, perfazendo 32,7% dos profissionais habilitados no país. E elas também estão marcando posição na gestão das entidades representativas da categoria, como os Secovis e CRECIS.

Trata-se de uma importante mudança de paradigma, pois mostra a capacidade feminina de alcançar independência financeira e sucesso profissional em uma atividade comercial tão importante para a economia.

Dia do corretor de imóveis: lidando com a crise

Como sabemos, a crise econômica foi um desafio e tanto para os profissionais da corretagem. Contudo, momentos complicados fazem com que imperfeições no modo de trabalho sejam percebidas e corrigidas.

Um exemplo são as brechas na legislação que não contribuem para que o abandono da compra de imóveis na planta caia. Atualmente, o Brasil não possui nenhuma lei para punir esse tipo de desistência. Tramita no senado a Lei do Distrato, que pretende regularizar essa situação. Esse é um exemplo de como o mercado imobiliário aproveitou a recessão para lutar por melhorias nos seus processos de trabalho.

- Anúncio -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.