Coração

0
22

Nos mamíferos, o coração apresenta quatro cavidades: dois átrios e dois ventrículos. Cada lado funciona com um tipo de sangue: o direito, com sangue venoso, e o esquerdo, com arterial. Não havendo mistura de sangues no coração, a circulação é chamada completa.

De acordo com a função que desempenham, as cavidades do coração têm espessuras diferentes. As aurículas, que enviam sangue para os ventrículos, têm paredes musculares finas. Os ventrículos, especialmente o esquerdo, que bombeiam sangue para partes distantes, têm paredes grossas. Quando os ventrículos se contraem, o aumento de pressão provoca o fechamento das válvulas bicúspide ou mitral (lado esquerdo) e tricúspide (lado direito), que impedem o retorno do sangue aos átrios.

Os vasos sanguíneos que chegam ao coração trazendo sangue das diversas partes do corpo encontram-se sob baixa pressão e são denominados veias. Os que saem do coração, conduzem sangue aos órgãos sob alta pressão e são chamados artérias. Note-se que as denominações artéria e veia independem do tipo de sangue transportado, referindo-se apenas à estrutura e função desses vasos.

Coração humano. Anatomia interna do coração humano.

Trajetória do sangue: as duas circulações

O coração funciona como uma bomba dupla. No seu lado esquerdo, circula sangue arterial (rico em O2) e no lado direito circula sangue venoso (rico em CO2). Os processos que caracterizam a passagem de sangue pelas câmaras cardíacas ocorrem ao mesmo tempo. Isso significa que o sangue enche os dois átrios (esquerdo e direito) simultaneamente. Em seguida, o sangue é conduzido para os ventrículos (esquerdo e direito).

Pequena circulação (pulmonar)

Inicia-se no ventrículo direito que recebe o sangue venoso do átrio direito e o bombeia das artérias pulmonares para os pulmões, onde ocorrerá a oxigenação (hematose). Em seguida, as veias pulmonares conduzem o sangue arterial para o átrio esquerdo.

Na pequena circulação, o sangue venoso foi transportado por artérias e o sangue arterial, por veias. Isso ocorre porque o sangue que sai do coração é impulsionado com maior pressão pelas artérias, que são vasos mais resistentes e de maior calibre.

Grande circulação (sistêmica)

Inicia-se no ventrículo esquerdo que recebe o sangue arterial do átrio esquerdo. Com isso, o sangue é bombeado para a artéria aorta que, através de suas ramificações, transporta o sangue oxigenado para todo o organismo. Depois de ter drenado o corpo, o sangue, que agora é venoso, chega ao coração através das veias cavas (superior e inferior), desembocando no átrio direito.

A circulação completa demora cerca de 1 minuto, enquanto o coração bate aproximadamente 70 vezes nesse período. O número de contrações por minuto denomina-se frequência cardíaca.

https://www.coladaweb.com/wp-content/uploads/2014/12/20170720-sistema-cardiovasculaar.png Sistema cardiovascular humano. Os vasos em azul conduzem sangue venoso, rico em gás carbônico, e em vermelho, sangue arterial, rico em gás oxigênio.

Os batimentos cardíacos

Os movimentos das câmaras do coração dependem da contração e do relaxamento do músculo miocárdio. Assim, quando ocorre a contração atrial ou ventricular essas câmaras cardíacas estão impulsionando o sangue. Esse movimento denomina-se sístole. Por sua vez, quando o átrio ou o ventrículo recebem sangue, ocorre o relaxamento da musculatura cardíaca. A esse movimento chamamos diástole.
É importante destacar que quando o átrio realiza a sístole, o ventrículo está em diástole e vice-versa.

A nutrição do miocárdio

O transporte de sangue para o músculo miocárdio é realizado pelas artérias coronárias (direita e esquerda), que são ramificações do início da aorta. Se um desses ramos coronarianos sofrer uma diminuição no diâmetro ou uma obstrução por um coágulo sanguíneo (trombo), as células musculares podem apresentar uma disfunção, chamada isquemia. Esse problema provoca a morte de uma parte do coração, caracterizando o infarto do miocárdio.

Coração

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here