- Anúncio -

 

O estudo Aspectos Gerais da Navegação Interior no Brasil apresenta uma caracterização do setor, assim como o seu histórico. Analisa, também, os cenários normativo e institucional e os planos e programas de governo.

Essa publicação é a primeira de uma série de cadernos especiais elaborados pela Confederação que abordarão o setor hidroviário do país, mostrando que o enorme potencial hidroviário brasileiro é subutilizado nas suas 12 regiões hidrográficas.

O material traz, ainda, uma ferramenta interativa desenvolvida pela CNT para consultas: um o painel contendo o histórico do setor hidroviário brasileiro em relação ao cenário institucional, atos normativos, planos e programas. Clique aqui para acessar o painel

Atualmente, dos 63 mil quilômetros que poderiam ser utilizados pela navegação interior, praticamente dois terços dessa rede hidrográfica não o são. O transporte hidroviário no país aproveita comercialmente (para cargas e passageiros) apenas 19,5 mil km (30,9%) da malha. Entretanto, apesar do atual desperdício de oportunidades, os rios brasileiros têm registrado aumento no volume transportado nos últimos anos, o que evidencia o seu potencial para contribuir para o desenvolvimento da economia do país.

- Anúncio -

- Anúncio -