- Anúncio -

Artrópodes – Introdução
1. Artropodos = pés articulados (arthron= articulação, pous= pé).
2. Há inúmeras espécies de artrópodes, mais de ¾ das espécies de
animais são representadas pelos artrópodes.
3. Há mais de 1 milhão de espécies de insetos, e mais de ¼ destes são
besouros. Há mais do que 50.000 espécies de aracnídeos e 30.000 de
crustáceos.
4. Os artrópodes tem muitas características semelhantes aos anelídeos.
Não se sabe se os artrópodes surgiram dos anelídeos ou ambos
surgiram de um ancestral comum.
5. Devido ao seu tamanho e a presença do exoesqueleto de quitina tem
a capacidade de viver em vários tipos de habitats.
6. Grande população e capacidade de se multiplicar rapidamente ïƒ
resistência genética aos pesticidas.

Artrópodes – Introdução
1. São cinco as principais classes representantes do filo
1. Insecta: formigas, moscas , baratas, etc.
2. Arachnida: aranhas, escorpiões, carrapatos, ácaros, etc.
3. Crustacea: siris, camarões, caranguejos, lagostas, etc.

4. Chilopoda: lacraias ou centopéias.
5. Diplopoda: piolho-de-cobra

Vaejovis spinigerus

Artrópodes – Características
1. Simetria bilateral.
2. Corpo segmentado.
3. Pares de apêndices nos segmentos.
4. Exoesqueleto de quitina.

- Anúncio -

5. Celoma
6. Sistema muscular: músculo estriado.
7. Sistema respiratório com brânquias, traquéia ou espiráculos.
8. Sistema digestório: canal alimentar tubular com boca e ânus.
9. Sistema circulatório aberto, vaso sanguíneo tubular dorsal.
10.Sistema nervoso: um cérebro anterior dorsal, cordão nervoso
ventral que contém formações ganglionares em cadasegmento.

Artrópodes – Características
1. Corpo com simetria bilateral

2. São segmentados
Metâmeros

Artrópodes – Características
1. Durante a evolução, os artrópodos tiveram uma diminuição no
metamerismo  alguns segmentos foram perdidos, outros foram
fundidos.
2. A fusão dos grupos dos segmentos é denominada de tagmatização.
3. Com a tagmatização, vários apêndices ou segmentos se especializaram
para ter outras funções além da locomoção, como captura da presa,
filtragem do alimento, sensibilidade à vários tipos de estímulos, troca de
gás, copulação etc.…

Artrópodes – Características
1. Metâmeros bem distintos na fase larvária.

2. Nos adultos se encontram fundidos.
3. Os metâmeros podem se apresentar agrupados em três regiões
distintas (insetos) ou em duas (aracnídeos).

(insetos) : cabeça, tórax e abdômen
(aracnídeos) cefalotórax e abdômen

Artrópodes – Características
1. Os metâmeros são revestidos por um exoesqueleto
2. Cada metâmero pode ter um par de apêndice articulado
3. O exoesqueleto é constituído por um polissacarídeo nitrogenado
denominado quitina.
4. Em alguns artrópodes há uma camada de cera na superfície que atua
como repelente hídrico. Crustáceos: deposição de sais de cálcio.
5. Como o esqueleto impede o crescimento do artrópode, para
crescerem sofrem perda desse esqueleto de tempos em tempos:
ecdise ou muda.

Artrópodes – Características
Exoesqueleto

Artrópodes – Características

Artrópodes – Características
1. As cores de muitos artrópodes são produzidas pela deposição de
pigmentos de melanina e pela estrutura da cutícula.

2. Alguns artrópodes tem a capacidade de fluorescer sob luz ultra-violeta.

Escorpião

Pandinus imperator

Artrópodes –Características
1. Vantagens do exoesqueleto:
1. Base para inserção da musculatura bem como asas.
2. Pode auxiliar na movimentação e força: alavancas para os
músculos
3. Oferece proteção
4. Evita a desidratação
5. Serve como barreira para prevenir infecção

6. Repelente hídrico

Artrópodes – Características
1. O exoesqueleto é dividido em
placas e cilindros

2. Na junção entre as placas e os cilindros o exoesqueleto torna-se fino e
flexível, como se fossem articulações onde inserem-se os apêndices.
3. Apêndices articulados
rapidamente

permitem

que

os

artrópodes

se

movam

4. Os músculos são integrados aos movimentos dos artrópodes, sua
inserção se dá no exoesqueleto que funciona como um sistema de
alavanca.

Artrópodes – Características
Articulação – vertebrado

Articulação – artrópode

Artrópodes – Características
Apêndices: O número, forma e localização variam muito entre as
classes e ordens.
Cefálicos: peças bucais e as antenas
1. Antenas: órgãos sensoriais
1. Crustáceos: 4 antenas
2. Insetos e miriápodes: 2 antenas
3. Aracnídeos: substituídas por quelíceras

Artrópodes – Características
2. Peças bucais: Destinados à preensão e ingestão dos alimentos. Variam
de acordo com os hábitos alimentares dos artrópodes.

Artrópodes – Características
3. Torácicos: pernas e asas. Função locomotora
1. Insetos: hexápodes
2. Aracnídeos: octópodes
3. Miriápodos: vários pares de pernas

Sistema Respiratório

Artrópodes – Sistema Respiratório
1. Apresenta estruturas que permitem um metabolismo mais
eficiente e rápida movimentação.
1.  índices metabólicos  rápido transporte de oxigênio.
Artrópodes tem órgãos que tem grande área de superfície para
rapidamente adquiriroxigênio.

Artrópodes – Sistema Respiratório
• Artrópodes terrestres  traquéia (formada por invaginação do tegumento).
• Insetos apresentam aberturas denominadas de espiráculos do qual se segue
um sistema de traquéias que se subdividem em traquéolas.
• A respiração é feita através deste sistema de canais ramificados que mantém
contato direto com os tecidos  o sangue dos insetos não transporta gases.

Artrópodes – Sistema Respiratório

Artrópodes – Sistema Respiratório
• As traquéias se alargam em determinados pontos formando os sacos aéreos
(principalmente observado em insetos de vôo rápido).
• Os sacos aéreos possibilitam tanto armazenamento de oxigênio como
ventilação.

Artrópodes – Sistema Respiratório
• Em muitos insetos os espiráculos é geralmente provido de um mecanismo de
fechamento que reduz a perda hídrica.
• Em alguns insetos há estruturas filtradoras que impedem a entrada de pó e de
parasitas, além de reduzirem a perda de água.

Artrópodes – Sistema Respiratório
Aracnídeos possuem pulmões laminares, câmaras contendo placas para a
troca gasosa.

Artrópodes – Sistema Respiratório
Artrópodes – Sistema Respiratório
Muitos artrópodes aquáticos (caranguejos e lagostas) tem brânquias que
são modificações de apêndices ou projeções internas da parede corpórea.
Apresentam grande superfície interna

Sistema Circulatório

Artrópodes – Sistema Circulatório
1. Relativamente simples, a circulação é aberta.

2. O sangue não está envolvido com troca gasosa.
3. Composto por um coração (vaso dorsal), vasos e hemocele
(espaço preenchido pela hemolinfa)
4. O coração varia em posição e comprimentos, sendo um tubo
muscular perfurado por pares de aberturas laterais denominadas
de óstios(permitindo que a hemolinfa flua para o interior do
coração durante a diástole).
5. Após deixar o coração (sístole) a hemolinfa é bombeada para os
tecidos corporais através das artérias  interior dos seios que
formam a hemocele. Estes seios coloca o sangue em contato com
os tecidos.
6. O sangue então retorna por várias rotas até o seio pericárdio.

Artrópodes – Sistema Circulatório

Sistema Digestório

Artrópodes – Sistema Digestório
1. Dividido em três principais regiões: intestino anterior, intestino
médio e intestino posterior.
2. Os Intestinos anterior e posterior são revestidos por quitina
(sendo estes invaginações do exoesqueleto do artrópode)

Artrópodes – Sistema Digestório

1. Intestino anterior: ingestão, trituração mecânica e o armazenamento
do alimento

1. Cavidade bucal, apêndices bucais
2. Faringe
3. Esôfago
4. Papo
5. Glândulas salivares

Artrópodes – Sistema Digestório
1. Entre intestino anterior e médio há o proventrículo
2. A forma e a função do proventrículo varia de acordo com o tipo de
alimento.

3. Insetos que se alimentam de sólidos: proventrículo = moela
4. Insetos sugadores: proventrículo = válvula que controla a passagem
do alimento

Artrópodes – Sistema Digestório
5. Intestino médio:
alimento.

produção de enzimas, digestão e absorção do

1. Cecos gástricos  principal local para absorção
6. Intestino posterior : Absorção da água e formação das fezes.

1. Reto

Sistema Excretor

Artrópodes – Sistema Excretor
1. Para muitos artrópodos o principal excreta é o ácido úrico, que é
recolhido por um conjunto de túbulos renais (Túbulos de Malpighi)
que desembocam na junção entre os intestino médio e posterior.
2. Tubos de Malpighi sãoresponsáveis por secretar os metabólitos
nitrogenados da hemolinfa

Sistema Reprodutor

Artrópodes – Sistema Reprodutor
1. Os sexos são separados.
2. Artrópodes aquáticos: fertilização exterma
3. Artrópodes terrestres: fertilização interna

Sistema nervoso

Artrópodes – Sistema nervoso
1. Artrópodes tem um sistema nervoso bem desenvolvido, semelhante ao
dos anelídeos. Tem um cérebro anterior e um duplo cordão nervoso.
2. É do tipo ganglionar, isto é, vários gânglios da cabeça fundem-se,
originando um cérebro primitivo, o gânglio cerebróide

Órgãos dos sentidos

Artrópodes – Órgãos dos sentidos
1. Os órgãos sensoriais geralmente
são associados à modificações
do exoesqueleto.
2. Na cabeça há vários órgãos
sensorias
que
são
muito
sensíveis (ex. antenas)
3. Muitos artrópodes tem olhos
compostos capazes de ver cor e
movimento
da
presa
ou
predador.
4. Alguns
poucos
à luz),
uma

tem olhos simples com
fotoreceptores (sensíveis
são capazes de formar
imagem
rudimentar.

Artrópodes – Órgãos dos sentidos

Artrópodes – Classificação
Artropopoda

Chelicerata

Mandibulata

Arachnida

Crustacea

Insecta

Myriapoda

Acari

Diplopoda

Araneae

Chilopoda

Scorpiones

Artrópodes – Crustáceos
1. Possuem cefalotórax e abdome.
2. O cefalotórax e muitas vezes o abdômen é recoberto por uma carapaça,
impregnado com carbonato de cálcio.

Artrópodes – Crustáceos
4. Possuem 2 pares de antenas: Primeiro par é homólogo aos dos insetos,
o segundo par é particular dos crustáceos.
5. O segundo par de antenas tem várias funções: sensória, locomoção,
alimentação.
6. Tem um par de olhos compostos e três pares de peças bucais: 1 par de
mandíbula e 2 pares de maxilas que sãoutilizadas para apreensão do
alimento.

Artrópodes – Crustáceos
7. O tronco varia consideravelmente entre as classes
8. Os três primeiros pares de patas sã denominados de maxilípides e
auxiliam na manipulação, apreensão do alimento.
9. Em seguida há 5 pares de apêndices que são utilizados para proteção
(garra) e locomoção.

Artrópodes – Crustáceos
10. O tamanho do abdômen geralmente é bastante variável
11. Grupos que apresentam abdômen bem desenvolvido apresentam 6
pares de apêndices: 5 pares denominados de pleópodos e 1 par de
estruturas denominada de urópodo.
12. O urópodo juntamente com o télson forma uma cauda que serve como
um leme para a locomoção.

Artrópodes – Crustáceos

Artrópodes – Chilopoda
1. Centipedes = Centi significa centena, pede = patas, centenas de
patas????
2. Segmentado, corpo achatado e cada segmento apresenta um par de
apêndices.
3. Predadores ativos, matam a presa com garras que tem veneno (patas
modificadas do primeiro segmento)
4. Movem-se rapidamente

Lacraia

Artrópodes – Diplopoda
1. Milipedes = Mili significa milhares , pede = patas, milhares de patas????
2. Segmentados, arredondados, há dois pares de patas por segmento
3. Move-se lentamente, alimenta-se de folhas no chão.

Piolho de cobra

Artrópodes – Insetos
1. O corpo é dividido em três partes: cabeça, tórax e abdome.
2. A cabeça tem um par de antenas, um par de olhos compostos e vários
olhos simples (ocelos)
1. Olhos simples (ocelos) percebem o grau de intensidade luminosa.
2. Olhos compostos: formados por estruturas chamadas omatídeos ïƒ
captação de imagens.
3. Peças bucais: um par de mandíbulas e dois pares de maxilas.
4. Peças bucais bem adaptadas segundo a função, o tipo de alimentação.

rtrópodes – Insetos
1. O torax é composto por 3 segmentos e cada um tem um par de pernas,
os últimos dois segmentos também tem um par de asas.
2. As asas nos insetos são modificações do exoesqueleto.
3. Alguns insetos, como as pulgas, não possuem asas, outros somente
adquirem asas na época da reprodução (formigas e cupins)
4. Abdômen não tem apêndices, a porção terminal alberga órgãos
reprodutivos.

Artrópodes – Insetos
1. Muitos insetos sofrem metamorfose
(desenvolvimento hemimetábolo) ou
holometábolo).

que pode ser incompleta
completa (desenvolvimento

2. Incompleta: estágios iniciais do desenvolvimento são muito semelhantes
aos adultos, somente as asas e as estruturas reprodutoras desenvolvem
gradualmente

3. Os estágios imaturos são denominados de ninfa
4. Ovo  ninfa  adulto

Artrópodes – Insetos

Artrópodes – Insetos
Desenvolvimento completo, holometábolo:
1. Cada estágio do desenvolvimento é estruturalmente e funcionalmente
distinto.
2. Os ovos desenvolvem em larva imatura que apresenta grande
voracidade.
3. Em seguida há a formação da pupa que origina o adulto.

Artrópodes – Insetos

Artrópodes – Aracnídeos
1. Compostos por escorpiões, aranhas, carrapatos e ácaros.
2. Peças bucais são denominadas de quelíceras, não possuem antenas.
3. Muitas espécies apresentam associado às quelíceras glândulas que
contém veneno. Apresentam 4 pares de patas

4. Respiração: pulmão laminado, traquéia ou ambos.
5. Entre as aranhas, o cefalotórax e o abdômen não apresentam
segmentação externa. O abdômen está conectado ao cefalotórax por um
estreito pedicelo.

6. Geralmente apresentam 8 olhos simples, que detectam movimento, são
capazes de formar uma imagem rudimentar.

- Anúncio -