More

    A história das Redes Sociais

     

    Hoje em dia, quando falamos de internet, muitas vezes nos vem na cabeça as Redes Sociais. Mas como elas começaram? Quais foram as primeiras? Vamos falar das pioneiras e da história das Redes Sociais até os dias de hoje. Confiram!!!

    A Internet se tornou uma constante na vida de todos nós a partir dos anos 2000. Com ela, algumas necessidades. Algumas que realmente continuaram como necessidades, outras que vieram a ser “perfumaria” e outras realmente esquecidas.
    Ouvir música, por exemplo. Se tornou uma necessidade, que em um determinado momento acabou ajudando (indiretamente) a ideia de Rede Social. Para quem lembra do Napster, o conceito de compartilhar músicas (que contava até um chat que quase ninguém usava) já inicializava a ideia de relacionar com as pessoas de alguma forma. Ou seja, por mais que fosse um software para download de MP3, o Napster não passava de uma rede, o qual as pessoas se socializavam em função das músicas.

    Rede social, está acima ou em um patamar totalmente diferente da própria internet. Elas tem dentro de si, uma junção de interação, amizade, conhecimento e outros fatores que, ao se tornarem on-line, mudaram a história da internet, da relação interpessoal, dos negócios e de quase todo o resto do planeta. E ainda tem muito o que mudar. Exemplo disso, é o número gigantesco de internautas nas redes sociais que já atinge um sétimo da população mundial. Redes sociais, as quais não se limitam em Facebook, Twitter, Orkut e MySpace. Temos um leque muito grande de opções, uma rede social para cada tipo de relação que você desejar. Então, com todas essas opções que temos de nos socializar pela internet, vamos falar de como começou tudo isso.

    Desde os tempos mais primórdios…

    A primeira aparição de alguma rede que poderia ser chamada de Social, foi a CompuServe – primeiro serviço online, criado em 1969,  que permitia o usuário a ter um e-mail, debater em forúns e funcionava também como provedor. Além de ser a empresa criadora dos GIFs. – Esse serviço foi muito popularizado nos EUA, pelos anos 90

    Redes Sociais

    Pouco depois, o evento que mudaria totalmente a internet para sempre, e talvez, o único recurso que a internet terá para todo o seu sempre. Em 1971, o primeiro e-mail foi enviado.

    Já em 1978, foi criado em Chicago/EUA o Bulletin Board System ou BBS. O BBS foi a revolução em interação social na internet. Nele, era permitido:

    • Fazer upload / download
    • Ler notícias
    • Trocar mensagens com outros utilizadores
    • Participar em fóruns
    • Jogos online

    Para utiliza-lo, era necessário uma linha de telefone e um modem.

    Redes Sociais

    Quase lá…

    Como já sabemos, os anos 90 foram os anos da internet difundida. Grandes avanços em todos os sentidos se fizeram presentes nas ferramentas usadas, nos softwares desenvolvidos e por aí vai. Em 1984 foi criado o Prodigy, sistema bem parecido com o CompuServe, porém um pouco mais avançado. Com ele, o usuário poderia acessar serviços da internet, incluir notícias, ver a previsão do tempo, games on-line, ficava antenado com produtos que poderia comprar, viagens, entre vários outros fatores. Alcançou seu objetivo em 1994 desbancando o CompuServe.

    prodigy_login-wt11

    Mas como eu disse, os anos 90 foram os anos da internet. Em 1985, a American Online (AOL) criou uma ferramenta que cada usuário poderia criar seus próprios perfis, criar e conversar em comunidades, era de total interação. Em 1997, a AOL adquiriu o CompuServe e introduziu a inovadora ferramenta de troca de mensagem instantânea, os chats. E fez disso um sucesso.

    Voilà! Redes Sociais.

    Ainda nos anos 90, temos o divisor de águas. Em 1994 o Geocites foi criado. Permitindo que cada usuário tivesse a sua página na web, ele segmentava por localização geográfica. Chegando a 38 milhões de usuários o Geocities foi comprado pelo Yahoo tempos depois, e logo caiu em 2009.

    geocitie-WT11

    Já em 1995 era lançado o The Globe. Ferramenta a qual os adeptos podiam compartilhar experiências, personalizando o perfil publicando conteúdos pessoais com quem tivesse interesse.

    No mesmo ano, tivemos o Classmates. Uma rede social que aproxima as pessoas que foram amigos no colégio por meio de grupos, isso servia para alguma discussão de como estava a vida ou para marcar alguma reunião.
    O Classmates alcançou a marca de 50 milhões de usuários e ainda se faz presente. Porém, com um número bem menor de participantes.

    classmates wt11

     

    O crescimento contínuo…

    Se os anos 90 foram os anos da internet difundida. Os anos 2000 foram os anos da internet dissipada. Nas casas e nos trabalhos a internet foi rápidamente absorvida e invadiu a vida de todas as pessoas. Com isso, a necessidade de se relacionar foi cada vez maior. As redes sociais aumentaram a sua propagação e cada vez mais pessoas foram comprando essa ideia e as próprias redes foram se adequando e evoluindo com o tempo.

    O grande “Boom” da história foi em 2002 com a criação do Fotolog. O Fotolog baseava-se em postar uma foto e fazer um comentário, escrever um texto ou o que quisesse com a possibilidade dos outros usuários comentarem aquele post. O fotolog ainda está na ativa com 32 milhões de usuários, com mais de 600 milhões de fotos carregadas e está presente em mais de 200 países.

    fotolog-wt11

    Ainda em 2002, foi criado o Friendster. Este, por sua vez, foi a primeira a receber a nomenclatura “Rede Social”. A função dela era bem parecida com o que temos hoje em redes sociais (orkut e facebook, por exemplo), porém ela conseguiu a incrível marca de 3 milhões de inscrições nos três primeiros meses, ou seja, 1 a cada 126 usuários da internet, possuía uma conta no Friendster.

    friendster-wt11

    Logo depois veio o LinkedIn, rede social voltada estritamente para o relacionamento profissional, conta com mais de 175 milhões de registros (sendo 10 milhões brasileiros).

    linkedin-wt11

    Junto com o LinkedIn, apareceu o MySpace. Considerado por muitos uma cópia do Friendster, ele sempre foi focado para a música, permitindo os usuários a postar as próprias músicas. Hoje o MySpace tem a marca de 25 milhões de usuários (bem menor do que uns anos atrás).

    myspacewt

    Caindo nas graças.

    E aqui estamos, as redes sociais caíram nas graças de todos os usuários da internet. Agora, elas se tornaram minas de ouro e continuam dando mais e mais dinheiro para quem souber usá-las.
    Mais precisamente, em 2004, foi o ano dourado para as redes sociais. Orkut, Facebook e Flickr foram criadas neste ano.

    O Flickr, é para os novos “fotologers”. A rede social voltada para fotografia já dispõe de 51 milhões de usuários pelo mundo.

    flickr-wt11

     

    O Orkut, talvez nem precise de explicações. O gigante das redes sociais, agora do Google, só perdeu o seu posto de maior rede para o Facebook em 2011.
    Estima-se que 29 milhões de pessoas ainda utilizam o Orkut.

    pagina_inicial_orkut

    Depois de 2 anos de puro marasmo, a rede social de Mark Zuckerberg finalmente estourou em 2006 e desde então vem sendo o maior sucesso. Com 1 bilhão de cadastramentos, hoje, a marca vale 104 milhões de doláres.

     

    Por ultimo e não menos importante. O Google Plus e o Twitter.
    O Google Plus tem feito um ótimo trabalho de interatividade e marketing. Com 400 milhões de inscritos, o G+ ainda só possui 25% de usuários ativos. Porém, o investimento na rede social tem sido massivo e a aposta muito grande.

     

    Criado em 2006, o micro-blog Twitter logo foi fortemente aceito pelo público. Passando dos 500 milhões de usuários ele se mantém firme e forte no posto de segunda maior rede social do mercado.

     

    As novas gigantes.

    Criadas em 2010, temos duas redes sociais em especial que tem chamado a atenção, juntado usuários e movimentando muito dinheiro.

    Instagram – Rede social móvel, que permite tirar ou fazer upload de uma fotografia permitindo que você use filtros diferentes e opções de foco para deixar a sua foto bem personalizada. Comprada pelo Facebook por 1 bilhão de doláres, a rede social foi sucesso instantâneo e o número de usuários gira em torno dos 12,4 milhões.

    instagramwt

    Pinterest – Como no Instagram, o Pinterest também permite que você tire ou faça upload de alguma foto, mas ele não tem opções de personalização. Em contra partida existe o botão “pinar” (compartilhar) que permite a postagem de fotos de outras pessoas no seu painel. Tendo mais tráfego que o Youtube, Flickr e G+ juntos. O Pinterest se torna cada vez mais notável no quesito sucesso.  Com 10.4 milhões de usuários o Pinterest vem crescendo cada vez mais.

    Loader Loading...
    EAD Logo Taking too long?

    Reload Reload document
    | Open Open in new tab

    BAIXE O TRABALHO AQUI [387.51 KB]

    Latest articles

    Diego Maradona

    Função

    Custos – Contabilidade

    Trabalhos Relacionados